Publicidade

Anuncie
TV

“Ser expelida aos 60 é uma tristeza”, diz Maitê Proença após demissão

Para ela, a profissão oferece personagens em todas as idades. “Um ator pode trabalhar até os 90 ou os 100 anos”, defende

Via Redação | Publicado por Redação | às 05:54:33

Fora da TV Globo desde 2016, a atriz Maitê Proença, 60 anos, afirmou que apesar de entender que a demissão é um direito da empresa, se sentiu muito triste com o desligamento.

“Ser demitida é uma tristeza, mas não é algo para discutir no jornal. Eles [Globo] estão no direito deles. Não gosto de entrar num lugar com 20 e ser expelida aos 60. Ninguém gosta disso”, disse ela em entrevista para a Folha de S.Paulo.

A atriz que faz novelas desde os 20 anos defende que a idade não é um motivo plausível para ser demitido. Para ela a profissão oferece personagens em todas as idades. “Um ator pode trabalhar até os 90 ou os 100 anos. Haverá sempre personagens”, defende.

Voltando de viagem a Índia recentemente, Maitê faz um balanço positivo da carreira. “Fiz uma carreira maravilhosa e não vou ficar me sentindo uma pobre coitada. Se usaram desse recurso baixo, eu tive que contornar. Os percalços melhoram a gente, infelizmente.”

Maitê Proença no Faustão quando ainda trabalhava na Rede Globo

Ela passou quase quatro décadas no ar

Ela passou quase quatro décadas no ar

Quando tinha apenas 12 anos, a atriz presenciou o pai desferindo 16 facadas em sua mãe. O crime foi extremamente cruel, como detalhou a própria Maitê. Ele chegou a ir a julgamento em duas ocasiões distintas, porém foi absolvido em ambas as vezes com o auxílio do depoimento da própria filha que temia que o pai se suicidasse. Ela revelou que ele nunca foi mau e que acredita que teve um momento de perda dos sentidos. O militar casou-se novamente e depois acabou indo parar em um hospício

Quando tinha apenas 12 anos, a atriz presenciou o pai desferindo 16 facadas em sua mãe. O crime foi extremamente cruel, como detalhou a própria Maitê. Ele chegou a ir a julgamento em duas ocasiões distintas, porém foi absolvido em ambas as vezes com o auxílio do depoimento da própria filha que temia que o pai se suicidasse. Ela revelou que ele nunca foi mau e que acredita que teve um momento de perda dos sentidos. O militar casou-se novamente e depois acabou indo parar em um hospício

Enquanto ele ainda estava internado, Proença conseguiu ter força de ir visitá-lo e questionou porque ele tinha feito tamanha barbaridade. O pai então explicou que usou uma faca porque ela seria uma espécie de prolongamento do seu corpo. Em 1989, tirou a própria vida. A família toda desmoronou. Um de seus irmãos morreu bebendo e outro virou usuário de drogas. Há pouco tempo, a atriz deu um depoimento polêmico falando que a mãe poderia ter evitado tudo. “A situação neurótica é que leva a isso. Acho que minha mãe não foi cautelosa, porque ela conhecia a pessoa rígida que era o meu pai. Faltou alguma coisa na forma de agir daquela família“, concluiu.

Enquanto ele ainda estava internado, Proença conseguiu ter força de ir visitá-lo e questionou porque ele tinha feito tamanha barbaridade. O pai então explicou que usou uma faca porque ela seria uma espécie de prolongamento do seu corpo. Em 1989, tirou a própria vida. A família toda desmoronou. Um de seus irmãos morreu bebendo e outro virou usuário de drogas. Há pouco tempo, a atriz deu um depoimento polêmico falando que a mãe poderia ter evitado tudo. “A situação neurótica é que leva a isso. Acho que minha mãe não foi cautelosa, porque ela conhecia a pessoa rígida que era o meu pai. Faltou alguma coisa na forma de agir daquela família“, concluiu.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

vermelho