Publicidade

Trabalho
Artigo

“Tudo como dantes no quartel de Abrantes”

Via | Publicado por Administrador | às 07:49:09

Sorria minha gente porque chorar da rugas💃🕺🥁🥁🥁🎺

O 7 de Setembro foi tomado por manifestações em todo Brasil. Em meio às pautas que polarizam o dia, o que chamou a atenção política foram os dois discursos feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em atos pró-governo federal. Em Brasília, o presidente afirmou que iria convocar o Conselho da República, e em São Paulo, Bolsonaro atacou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

Após xingamentos do presidente direcionados a Barroso, ao TSE e também ao STF e ao o ministro Alexandre de Moraes, que de imediato incluiu Bolsonaro no inquérito das fake news, a situação tencionou.

No dia seguinte Bolsonaro, que havia dito que se reuniria com o conselho federal, na verdade teve o encontro com o ex-presidente Michel Temer. Um avião da frota presidencial foi enviado para buscar o emedebista em São Paulo..

Após tal reunião, Jair mudou seu tom como num passo de mágica, com um discurso Paz e Amor que surpreendeu a nação e causou revolta em seus apoiadores mais fanáticos como foi o caso do caminhoneiro Zé Trovaão.

Trovão, foragido no México, indignou-se com a fala mansa do presidente e divulgou vídeos em redes sociais cobrando o presidente, por tudo que lhe aconteceu por apoiar sem medir esforços as idéias do moviento.

E no que deu tudo isso?

STF não fixará prazo para que Lira decida sobre impeachment

Alexandre de Moraes irá assumir presidência do TSE em agosto de 2022

Fachin, concedeu regime semiaberto ao ex-ministro de Temer Geddel Vieira Lima

Até com a China Bolsonaro amansou!

Temer não perdeu tempo! STF julgará prazo para apreciação de pedidos de impeachment de Bolsonaro, “ALGUÉM” aqui ainda tem dúvida do resultado?

Como está mudado o Presidente! Só não sei ao certo se pra melhor ou pra pior.

Até o tal do Zé Trovão que tava muito macho gravando vídeo dizendo estar arrependido de apoiar o Presidente já mudou de o discurso!

🤭🤭🤭 BRASIL É O PAÍS DA PIADA PRONTA MESMO👏👏👏

🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

E #SegueoJogo

“Tudo como dantes no quartel de Abrantes”

Essa expressão surgiu no início do século 19, com a invasão de Napoleão Bonaparte à Península Ibérica. Portugal foi tomada pelas forças francesas, porque havia demorado a obedecer ao Bloqueio Continental, imposto por Napoleão, que obrigava o fechamento dos portos a qualquer navio inglês.

Em 1807, uma das primeiras cidades a serem invadidas pelo general Jean Androche Junot, braço-direito de Napoleão, foi Abrantes, a 152 quilômetros de Lisboa, na margem do rio Tejo. Lá instalou seu quartel-general e, meses depois, se fez nomear duque d’Abrantes.

O general encontrou o país praticamente sem governo, já que o príncipe-regente dom João VI e toda a corte portuguesa haviam fugido para o Brasil. Durante a invasão, ninguém em Portugal ousou se opor ao duque. A tranquilidade com que ele se mantinha no poder provocou o dito irônico. A quem perguntasse como iam as coisas, a resposta era sempre a mesma:

“Está tudo como dantes no quartel d’Abrantes”. Até hoje é usada para indicar que nada mudou.

Alcina Reis

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest