DENÚNCIA

Prefeitura recebeu mais de 10 denúncias de venda de apartamentos entregues por Bolsonaro em Campo Grande

Via Redação | Publicado por Administrador | às 15:22:11

A prefeitura de Campo Grande recebeu pelo menos 10 denúncias de beneficiários tentando vender apartamentos populares - entregues pelo presidente Jair Bolsonaro na última quinta-feira (30) - do residencial Jardim Canguru. A informação é do diretor financeiro da Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários), Cláudio Marques Costa Júnior.

A prefeita Adriane Lopes (Patriotas) disse que o município está apurando as denúncias. “A Amhasf está levantando se isso [denúncias] é fato e será encaminhado para a Caixa tomar providências. Se for verdade, imóvel será retomado e direcionado para novas famílias”, reforçou.

Conforme o diretor da Amhasf, todas as denúncias são de anúncios postados no Facebook. Moradores começaram a negociar a venda das unidades habitacionais poucas horas após o presidente entregar o residencial. Parte deles, inclusive, escancararam a proposta: ‘4,5 mil pode vir buscar a chave’.

Horas após Bolsonaro entregar apartamentos em MS, moradores negociam: ‘4,5 mil pode buscar a chave’

Assim, Cláudio explica que a responsabilidade é da Caixa Econômica Federal e da União, mas que o município de Campo Grande vai intermediar essa fiscalização. “Vamos encaminhar as denúncias e reforçar através de ofícios junto à Caixa para que apure, entre com reintegração e retomada”, reforçou.

Ainda conforme o diretor, o município vai acompanhar para identificar os beneficiários que praticarem a venda. “Vamos acompanhar a mudança dessas famílias. Quem não estiver dentro do imóvel no prazo, vamos oficializar para que a unidade seja retomada e encaminhe para outra família”, pontuou.

‘4,5 mil pode vir buscar a chave’

A inauguração mal tinha sido finalizada e alguns moradores do Residencial Jardim Canguru, na região sul de Campo Grande, já usavam as redes sociais para negociar os apartamentos.

Jovem que mora na região, está desde ontem oferecendo uma motocicleta em troca de um apartamento. A intenção dele é entregar a moto e assumir as parcelas mensais de R$ 130.

“Estou oferecendo a minha moto desde ontem e já soube que três apartamentos foram vendidos, logo após a inauguração. Ontem eu quase peguei um. O rapaz tava querendo R$ 5 mil e, no desespero, vendeu por R$ 3 [mil]. Fui falar com ele novamente e já tinha vendido. Outras duas pessoas que falei já tinham vendido também”, argumentou o rapaz.

Uma mulher, que também possui um apartamento no programa de casas populares do governo, aproveitou a postagem para oferecer a casa dela. “Estou pedindo R$ 70 mil. Quero o dinheiro ou então trocar por uma casa na saída de Cuiabá, que é melhor pra mim. A pessoa transfere para o nome dela e assume a parcela de R$ 130”, disse à reportagem. (Midiamax )

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest