Publicidade

alems
AGRONEGÓCIO

Preços do boi gordo podem subir ainda mais a partir de novembro, diz Safras

Via | Publicado por Administrador | às 10:15:21

Os preços do boi gordo tiveram altas pontuais nesta sexta-feira, 16 dependendo da região. Segundo o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias, houve registro de negócios acima das referências em muitas regiões.

Conab anuncia aprimoramento de pesquisa e prepara estimativas sobre pecuária

Boi gordo: futuros superam R$ 280/arroba e renovam recorde na B3; entenda o que vem pela frente

“Apesar da incidência de animais negociados na modalidade à termo e a utilização de confinamento próprio, não há espaço para mudanças contundentes na curva de preços. A expectativa é que o movimento de alta se torne ainda mais agressivo no último bimestre, em linha com um quadro de oferta ainda restrita somado a perspectiva de aumento do volume exportado, uma vez que a China inicia o planejamento de seus estoques para atender a demanda do seu principal feriado, o ano novo lunar”, diz o analista.

Em São Paulo, Capital, os preços do mercado à vista ficaram em R$ 264 a arroba, contra R$ 263 na quinta, 15. Em Uberaba, Minas Gerais, os preços ficaram em R$ 260 a arroba, estáveis. Em Dourados, no Mato Grosso do Sul, os preços ficaram em R$ 256 a arroba, ante R$ 255. Em Goiânia, Goiás, o valor indicado foi de R$ 253 a arroba. Já em Cuiabá, no Mato Grosso, o preço ficou em R$ 246 a arroba.

Atacado

No mercado atacadista, os preços da carne bovina seguem firmes. De acordo com Iglesias, a tendência de curto prazo remete a um menor espaço para reajustes, uma vez que a reposição é tradicionalmente mais lenta durante a segunda quinzena do mês. As exportações mantêm um bom ritmo no decorrer de outubro, ainda um desdobramento do forte ritmo de compras da China.

Com isso, a ponta de agulha seguiu em R$ 14,30 por quilo. O corte dianteiro permaneceu em R$ 14,30 o quilo, e o corte traseiro continuou em R$ 19,30 o quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,33%, sendo negociado a R$ 5,6450 para venda e a R$ 5,6430 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,6000 e a máxima de R$ 5,6490. Na semana, o dólar subiu 2,13%.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest