Mundo

Policiais deixam jovem algemada em viatura e trem passa por cima, veja

Via Redação | Publicado por Administrador | às 06:47:03

A jovem Yareni Rios-Gonzalez, 20, acabou detida por uma dupla de policiais, durante investigação sobre um confronto com arma de fogo, nos arredores de uma rodovia em Fort Lupton, no Colorado (EUA). Ela foi algemada e encaminhada para a viatura, estacionada sobre uma linha férrea.

No entanto, a agente que verificava o carro de Yareni notou a chegada de um trem e alertou o colega a “ficar para trás”. Enquanto ele se afastava, o coletivo atingiu em cheio a carro-patrulha com a suspeita dentro. Assista abaixo:


Após a colisão, o oficial pergunta à companheira se a jovem detida estava dentro da viatura e ela responde: “Oh, meu Deus, sim, ela estava!”

Conforme reportado pelo canal KDVR, as autoridades informaram que Yareni ficou gravemente ferida após o acidente. No entanto, permanece hospitalizada e não corre risco de perder a vida.

O caso está sob investigação do Departamento de Polícia de Fort Lupton, da Patrulha Estadual e do Departamento de Investigação do Colorado.

Vale o clique: Sortudo ganha R$ 16 milhões na loteria 3 anos após o irmão dele receber prêmio de R$ 5 milhões

Em entrevista ao canal KUSA, o xerife do estado da Califórnia, Ed Obayashi, questionou o motivo da viatura não ter sido retirada de sobre os trilhos. “Essa vai ser a maior questão”, pontuou.

Enquanto a pergunta não é respondida, o chefe de polícia de Platteville — cidade para qual os agentes envolvidos na ocorrência respondem —, informou que o policial responsável pelo veículo está sob licença remunerada, até a conclusão das investigações.

Paul Wilkinson, advogado de Yareni, disse ao jornal Denver Post, que a vítima do acidente tentou “chamar a atenção dos policiais, gritando com eles”. Ela também teria tentado destrancar a porta. Mas, com as mão algemadas nas costas, não obteve sucesso.

“Acho que você nunca estaciona em um trilho de trem”, reforçou Wilkinson, “é inacreditável que eles [policiais] tenham feito algo assim.”

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest