Fronteira

Polícia vasculha casas de câmbio ligadas à lavagem de dinheiro do tráfico

Via Redação | Publicado por Administrador | às 15:54:07

Agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) fazem buscas nesta quinta-feira (22) em duas casas de câmbio de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia separada por uma rua de Ponta Porã (MS), a 313 km de Campo Grande.

A Fe Câmbios S/A e a Panorama Câmbios S/A, as duas localizadas na Marechal Solano López, no centro da cidade, são investigadas por suspeita de lavar dinheiro para a organização comandada por Miguel Ángel Servin, traficante internacional de drogas responsável em mandar toneladas de cocaína para a Europa e Ásia.

Cinco mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos hoje em Pedro Juan e na capital Asunción. As ações envolvendo equipes da Senad e do Ministério Público do Paraguai ocorrem no âmbito da Operação Belia, deflagrada em outubro do ano passado e que culminou na prisão de Miguel Ángel Servin.

Oriundo de Pedro Juan Caballero, onde começou a vida adulta trabalhando como vendedor de celulares, Miguel Servin foi apontado como o dono de três grandes carregamentos de cocaína apreendidos nos últimos meses – 2.331 quilos enviados para Israel, 575 quilos destinados a Portugal e 3.406 quilos apreendidos no porto de Antuérpia, na Bélgica.

Conforme a Senad, a prisão de Miguel Ángel Servín, em outubro de 2021, foi resultado de exaustiva investigação que durou anos. Servin era investigado pela agência paraguaia desde 2010. Existem indícios da associação dele com a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) para envio de cocaína para os continentes europeus e asiáticos.

Em agosto do ano passado, o irmão de Miguel, Dênis Osvaldo Servin Palácios, 42, foi executado com 30 tiros de fuzil logo após sair de festa com a presença do DJ Guuga em Ponta Porã. (CAMPO GRANDE NEWS)

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest