Polícia

Polícia prende homem que matou namorada a facadas em Anhanduí

Via Redação | Publicado por Administrador | às 13:29:08

Foto: Rádio Imprensa MS

Foi preso na manhã deste sábado (3), Vagner Franco, de 39 anos, apontado como principal suspeito de ter cometido um feminicídio contra Monalisa Pereira Alves Muricy, de 55 anos, na noite do último domingo (27) no distrito de Anhanduí.

A Polícia Civil já havia montado uma força tarefa para localizar Vagner, que desde o dia do crime havia fugido. No dia do crime, equipes da Polícia Civil fizeram buscas na região, mas encontraram apenas um amigo que deu detalhes da noite do crime.

Ele chegou a ser encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), deu versões diferentes, mas acabou sendo liberado após o depoimento.

Na casa em que aconteceu a morte de Monalisa, acontecia uma confraternização que reunia bebida alcoólica e uso de entorpecentes.

O Crime

Monalisa Pereira Alves Muricy, de 55 anos, foi morta a facadas, na noite desse domingo (27), no distrito de Anhanduí, em Campo Grande, pelo próprio namorado que fugiu após o crime.

Conforme Boletim de Ocorrência, a Polícia recebeu uma ligação de que uma mulher havia sido esfaqueada em uma residência localizada na rua Barão Von Oper.

Quando chegaram no local, encontraram a vítima caída no chão da residência, sem sinais vitais. Uma equipe do SAMU foi acionada e constatou o óbito de Monalisa.

Enquanto a perícia era acionada, os militares realizaram buscas pela região para localizar o autor dos fatos, e encontraram uma amiga da vítima, que afirmou que estava no local no momento do crime.

A mulher disse que estava junto da vítima e mais dois homens, sendo um deles, namorado de Monalisa. Todos estavam bebendo e consumindo entorpecentes.

Segundo a testemunha, ela viu o momento que o namorado começou a esfaquear a vítima, e suspeitou que o outro homem também esfaqueou a mulher.

Após o crime, ambos fugiram. Conforme informações, o casal possuía um relacionamento há alguns meses.

A faca utilizada no ataque foi encontrada jogada a alguns metros da residência onde tudo aconteceu. Um dos envolvidos foi localizado pela Polícia e, durante abordagem, apresentou muito nervosismo.

Ele não soube dizer do paradeiro do namorado da vítima, que segue foragido. O acusado recebeu voz de prisão e foi encaminhado para DEAM (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher), onde o caso foi registrado como feminicídio.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest