Publicidade

PI
Crime

Polícia investiga envolvimento de esposa em morte de fazendeiro

Via Redação | Publicado por Administrador | às 08:29:30

Em um caso chocante, o fazendeiro Airton Braz Paião, de 54 anos, foi morto a tiros no sábado (24). O homem estava internado na Santa Casa de Misericórdia de Presidente Prudente (SP), quando foi surpreendido por um Policial Militar que deu dois tiros. O policial, logo após veio a se suicidar.

Em nota oficial, a Santa Casa informou que o policial entrou no hospital para fazer uma visita a um paciente internado.

O que não se esperava, era que a esposa do fazendeiro pode estar envolvida na morte do próprio marido.

Suspeita

Após a morte do fazendeiro, a esposa não compareceu no enterro do próprio marido e acabou levantando suspeitas por parte da Polícia Civil. A mulher ainda está foragida o que também aumentou a suspeita.

De acordo com a entrevista do delegado responsável pelo caso ao G1, há possibilidade da mulher ter tido um relacionamento extraconjugal com o policial militar. Isto teria motivado a articulação entre os dois para assassinar o produtor rural.

Elisângela Silva Paião, de 47 anos, ex-exposa de Paião, tem um mandado de prisão temporária expedido pela Polícia Militar.

Fazendeiro já havia sofrido tentativa de homicídio

O fazendeiro foi parar no hospital por conta de uma tentativa anterior de assassinato. A vítima foi emboscada em uma propriedade rural localizada em Iepê (SP), na quinta-feira (22).

De acordo com o delegado responsável pelo caso, o produtor rural mantinha contato, pelo WhatsApp, com uma moça chamada ‘Sara Maria’, que era um fake. Essa conta o levou para perto de um canavial, onde dois homens deram tiros e uma facada no produtor rural. O homem fingiu estar morto. Quando os agressores foram embora, Paião pediu por ajuda e foi levado até a Santa Casa, local onde foi assassinado depois.

A suspeita é que já desde esse ocorrido a morte do fazendeiro já fora encomendada pela esposa e pelo policial que o assassinou.

Canal Rural

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest