Publicidade

aguas
SUICÍDIO disque 188

Polícia achou revólver no colo de empresário morto na fronteira

Via Redação | Publicado por Administrador | às 11:39:26

A Polícia Civil registrou como suicídio a morte do empresário Paulo Sérgio Ângelo, 48, ocorrida por volta de 14h30 de ontem (14) no centro de Ponta Porã, a 313 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. Paulo era ex-marido da pecuarista Andreia Aquino Flores, assassinada em julho passado na Capital.

De acordo com o boletim de ocorrência, o empresário parou seu carro, um Toyota Corolla blindado, na Rua Sete de Setembro, centro de Ponta Porã, e disparou um tiro na cabeça.

O local fica a poucos metros da casa dele. O revólver calibre 357 estava no colo do empresário. O carro estava com os vidros fechados e os peritos não encontraram sinais de disparos na parte externa do Corolla.

Segundo a polícia, Paulo Ângelo apresentava quadro grave de depressão e outros fatores compatíveis com suicídio. Mesmo diante de todos esses fatores, inquérito será instaurado para apurar as circunstâncias da morte.

Em dezembro do ano passado, o empresário foi preso em Ponta Porã por porte ilegal de arma de fogo quando circulava em uma caminhonete Toyota Hilux. Para justificar o porte da pistola CZ calibre 380 com 13 munições intactas, Paulo disse que andava armado após sofrer atentado em janeiro de 2022.

Naquele dia, o empresário conversava com a mulher em frente à sua loja de produtos veterinários quando dois pistoleiros de moto chegaram e começaram a atirar. Paulo foi ferido de raspão no braço.

A pecuarista Andreia Aquino Flores chegou a ser investigada por suspeita de ter mandado matar o ex-marido. Ela negava o crime. Os dois tinha um filho adolescente.(CAMPO GRANDE NEWS)

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest