Publicidade

AGOSTO
Geral

Musk diz que analisa voltar a aceitar bitcoins como forma de pagamento na Tesla

Via Redação | Publicado por Administrador | às 17:32:27

O CEO da Tesla, Elon Musk, afirmou nesta quarta-feira, 21, que a montadora de carros elétricos “provavelmente” voltará a aceitar bitcoins como forma de pagamento. Em participação em um evento voltado para criptomoedas, o bilionário sul-africano justificou a decisão pelo uso de métodos menos agressivos ao meio ambiente no processo de mineração do ativo digital. “Quero fazer uma busca maior para confirmar que o percentual de uso de energia renovável é 50% ou mais, e que há uma tendência em aumentar esse valor. Nesse caso, a Tesla provavelmente voltará a aceitar o bitcoin”, disse. Musk, que até o início deste ano era um dos grandes entusiastas da criptomoeda, afirmou, em maio, que a Tesla não aceitaria mais o ativo como forma de pagamento por causa dos efeitos do processo de mineração na natureza. À época, a cotação do bitcoin despencou mais de 10% e o ativo passou a ser avaliado a aproximadamente US$ 48,2 mil.

Apesar de suspender as compras de veículos da Tesla com o bitcoin, Musk afirmou que as criptomoedas são “uma boa ideia em diferentes níveis” e que acredita que há um “futuro promissor, mas que isso não pode acontecer através dos grandes custos ao meio ambiente”. O bilionário ainda disse que a Tesla não iria se desfazer dos bitcoins já adquiridos, e que essa reserva seria usada “assim que as minerações forem mais energicamente sustentáveis”. O bitcoin seguiu em trajetória de queda nas semanas seguintes após a China, um dos principais pontos de mineração, apertar a legislação contra a criptomeda. Segundo agências internacionais, os grandes centros de extração estão se voltando aos Estados Unidos. “No longo prazo, energia renovável será a mais barata, mas isso não acontece da noite para o dia”, disse Musk. “Mas, enquanto houver um esforço real e consciente da comunidade de mineração para avançar em direção às energias renováveis, então, obviamente, a Tesla pode apoiar isso.” A cotação voltou a ficar abaixo de US$ 30 mil nesta segunda-feira, 19, pela primeira vez desde o fim de maio. O bitcoin recuperou parte das perdas nas últimas horas e, por volta das 17h20, registrava alta de 5,9%, cotado a US$ 31,6 mil.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest