Tragédia

Homem mata a ex, atira em duas crianças de 4 e 10 anos e se mata no altar de igreja em Dourados

Via Redação | Publicado por Administrador | às 21:30:35

Um homem identificado como Rosemir Fernandes assassinou a ex-mulher a tiros, baleou duas crianças e se matou no altar de uma igreja em Dourados no início da noite deste domingo (12). A motivação seria o fato dele não aceitar o fim do relacionamento amoroso que manteve com a vítima.

A série de crimes começou na Rua Rangel Torres, na Vila Mari, periferia da maior e mais populosa cidade do interior de Mato Grosso do Sul.

O Dourados News apurou que Rosenildo não aceitava o fim do relacionamento com a ex-mulher e efetuou disparos de arma de fogo que tiraram a vida dela. Além disso, ele baleou duas crianças que precisaram ser socorridas e levadas até o Hospital da Vida.

Logo após cometer essa série de crimes, o homem foi até Igreja São José, entrou e caminhou até o altar, onde se matou disparando um tiro na própria cabeça.

‘Deus no comando amem’: antes de crimes, atirador postou pregação religiosa

“Deus no comando amem”. Essa é a frase de capa do perfil que Rosemir, mantinha no Facebook até o início da noite deste domingo (12).

Antes de toda essa barbárie, às 18h27, ele fez sua última postagem nas redes sociais, um vídeo de 26 segundos com trecho de pregação do pastor Claudio Duarte, famoso nas redes sociais pelo bom-humor em suas palestras.

“Quando Deus te abençoar e te fizer brilhar os cães vão latir. Não dê atenção para eles e continue brilhando. Tem gente que não vai gostar da tua vitória, que não vai gostar da restauração do casamento, que não vai gostar do milagre, que não vai gostar do carro que você comprou, da casa que você comprou, e não se espante se essa turma que não gostar seja aquela que deveria estar torcendo por você”, afirma o religioso nesse post.

Aparentemente, essas as palavras agradaram Rosemir, que compartilhou o vídeo em sua página pessoal. Minutos depois, porém, ele foi de moto até uma casa na Rua Rangel Torres, na Vila Mari, e abriu fogo contra cinco pessoas.

A intenção dele era matar a ex-mulher, Lucineide Maria dos Santos, porque não aceitava o fim do relacionamento. Ele conseguiu assassiná-la e também baleou duas crianças, uma de 10 anos no peito, e outra de quatro anos na cabeça, além de outra mulher e um homem.

Depois de praticar essa barbárie, decidiu ir à Igreja São José, na Avenida Joaquim Teixeira Alves, centro de Dourados. Lá dentro, caminhou até o altar e disparou um tiro contra a própria cabeça.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest