MUNDO BICHO

Homem encontra ‘bola de algodão’ no chão e ao observar melhor descobre ser um animal

Via | Publicado por Administrador | às 06:33:23

Certo dia, um homem que vive em Brighton, na Austrália, decidiu fazer uma caminhada pela cidade. Durante a andança ele se deparou com uma bola de algodão no chão perto de uma árvore. Aquela bolinha por algum motivo lhe chamou a atenção, então parou para observar.

Ao analisar, o australiano percebeu que o ‘algodão’ tinha olhos, bico e patas — tratava-se de um pintinho boca-de-rã fulvo, também conhecido como Tawny Frogmouth. Logo entendeu que a ave havia caído do ninho, então buscou por sua família pela redondeza. Não localizando os pais, o homem levou o filhote até o Bonorong Wildlife Sanctuary, uma instituição de preservação da vida selvagem cujo objetivo é tratar e devolver animais saudáveis ​​de volta à natureza.

“O salvador não conseguiu localizar seus pais ou ninho, então [eles] o trouxeram para nós”, disse um representante do santuário ao The Dodo.

O homem encontrou uma bola de algodão no chão durante caminhada e descobriu que se tratava de um pássaro.

Seguro no santuário, o filhote foi nomeado Pod e recebeu todos os cuidados necessários para sua recuperação. Reabilitado, os funcionários do abrigo tiraram algumas fotos do animalzinho e compartilharam em suas redes sociais com a seguinte legenda: “você consegue dizer o que é essa bolinha fofa?” O que não faltaram foram respostas.

“Essa é uma das coisas mais fofas que eu já vi!”, declarou uma.

“Bebê Tawny Frogmouth. Os passarinhos mais fofos de todos os tempos, mesmo quando são adultos”, palpitou outra.

“Eu não me importo com o que é, mas eu PRECISO. Absolutamente linda”, comentou uma terceira.

Palpites teve aos montes, mas como foi dito o filhote é da espécie Tawny Frogmouth. Essas aves são nativas da Austrália e da Tasmânia, muitas vezes são confundidas com corujas por possuírem cabeças grandes, estilo de vida noturno e pelagem marrom.

O filhote foi levado para um santuário de animais.

O homem encontrou uma bola de algodão no chão durante caminhada e descobriu que se tratava de um pássaro.

O filhote foi levado para um santuário de animais. (Foto: Facebook/Bonorong Wildlife Sanctuary)

Sua cor avelã, facilita para se camuflarem entre os galhos das árvores, onde vivem. Segundo o Museu Australiano, os pais dessa espécie constroem ninhos com pilhas de gravetos soltos e, assim que seus bebês nascem, ambos se revezam sentados em seus ninhos para manter os ovos aquecidos.

Aparência da ave quando adulto.

Aparência da ave quando adulto.

Aparência da ave quando adulto. (Foto: GETTY IMAGES)

O filhote resgatado ficará sob os cuidados do santuário até que esteja grande o suficiente para alçar voo e viver em segurança na natureza. Isso graças a ação bondosa do homem que o resgatou e o levou até um local especializado para ajudá-lo a se recuperar.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest