Copa do Mundo

Fifa abre investigação contra o México por cânticos homofóbicos de torcedores

Via Redação | Publicado por Administrador | às 18:25:38

O Comitê Disciplinar da Fifa abriu nesta quarta-feira, 23, uma investigação contra a Associação Mexicana de Futebol devido aos cânticos ofensivos de alguns torcedores da seleção do México durante a partida contra a Polônia, realizada nesta terça-feira, 22, pela Copa do Mundo no Catar.

Nos minutos finais do empate, alguns torcedores cantaram “el que no salta es polaco maricón” (quem não pula é um polonês gay). O processo foi aberto seguindo o artigo 13 do Código Disciplinar da Fifa, que trata de discriminação.

A punição é de dez jogos de suspensão (para jogadores ou diretores) ou multa de 20 mil francos suíços (R$ 112 mil, na cotação atual). Este é o segundo caso a ser aberto pelo Comitê Disciplinar nesse Mundial.

O Equador será investigado pelo mesmo motivo por gritos durante o jogo contra o anfitrião Qatar, no último domingo. A entidade não informou quais foram as falas consideradas “ofensivas”. Na ocasião, os equatorianos entoaram “queremos cerveza” (queremos cerveja) que foi proibida nos estádios.

*Com informações da EFE

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest