Publicidade

pmcg
Desapareceu

Família procura por pastor desaparecido há quase dois dias

Via Redação | Publicado por Administrador | às 17:55:45

Familiares de Joilson Vargas Goulart, de 41 anos, procuraram a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, na manhã desta quarta-feira (27), para denunciar o desaparecimento do pastor, visto pela última vez há quase dois dias.

Ao Campo Grande News, a irmã de Joilson relatou que o pastor teve uma discussão com a esposa na segunda-feira (25) e, por volta das 15 horas, foi para a casa da mãe, na Vila Popular. Ele disse a genitora que iria fazer um teste para açougueiro e pegou uma faca. O pastor permaneceu no local até 18h30, e, em seguida, retornou para sua residência, na Vila Bordon.

A esposa contou aos parentes que Joilson pegou três mudas de roupa, seus documentos, a faca que havia preparado e saiu em uma bicicleta, cor azul. Desde então, o pastor não foi mais visto. Joilson saiu sem levar o celular dele.

“Nós ficamos preocupados porque, ontem (26), a filha mais velha dele, uma menina de 17 anos, ligou para minha sobrinha e perguntou se o Joilson tinha dormido na casa da minha mãe, mas ele não voltou para lá”, disse a irmã do pastor, Jorcileia Vargas Rodrigues Goulart, 36 anos.

A família acredita que ele possa estar em um monte de orações que, geralmente, fica em região de mata. Joilson tem cinco filhos que moram com ele e a esposa.

“O coração da gente fala um monte de coisas, mas estamos pedindo a Deus que ele esteja bem. O Joilson não é de sumir, não tem motivos para isso. Ele faz os cultos na casa dele todas às sextas-feiras, não recebeu ameaças ou tem dívidas. Por isso, ficamos nesta dúvida, com medo”, afirma Jorcileia.

Quem tiver mais informações sobre o paradeiro de Joilson pode entrar em contato com familiares dele pelos telefones: (67) 984449541 ou (67) 991392762.

Outro pastor desaparecido - Há dois meses, em Campo Grande, familiares de Valdenei Lopes Souza Júnior, de 28 anos, estavam em busca de informações sobre o desaparecimento do pastor e barman.

Valdenei desapareceu na noite de 23 de agosto, quando saiu sozinho para ir a igreja, no Jardim Batistão, próximo de onde morava. A última notícia que a família teve foi de que o pastor tinha sido visto nos arredores do Bairro Aero Rancho.

Três dias depois, o corpo de Valdenei Junior foi encontrado boiando no Rio Anhanduí, no cruzamento da Avenida Ernesto Geisel com a Rachel de Queiroz, no Aero Rancho, por pessoas que passavam pela região.

A morte ainda é um mistério para a família, que busca por respostas. O caso é investigado pela 5ª Delegacia de Polícia. A reportagem, o delegado Gustavo de Oliveira Bueno Vieira, afirmou que a polícia está avançando no caso. “É uma investigação complexa e estamos aguardando algumas medidas ao judiciário, mas não podemos divulgar nada, por enquanto”, disse, sem entrar em detalhes.(Campo Grande News)

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest