GUERRA

Ex-militar gaúcho morre em bombardeio russo na Ucrânia

Via Redação | Publicado por Administrador | às 09:32:45

A família de um gaúcho que havia se alistado para lutar na guerra da Ucrânia foi informada neste sábado (2) que ele, que estava lutando desde março, foi morto em um bombardeio russo na região de Kharkiv.

Trata-se de Rodrigues Búrigo, 40 anos, que serviu ao Exército brasileiro por quatro anos e viajou para a Europa, onde lutou ao lado dos militares ucranianos.

Ele postou registros do campo de batalha em sua conta no Instagram. Na última postagem, feita há duas semanas, falava de “aproveitar cada momento”.

A morte ainda não foi confirmada pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil, mas foi informada a um portal brasileiro pelo pai do combatente, Pedro Elson Vieira Búrigo.

“Quase todo dia a gente se comunicava. Ele estava com o telefone, comprou um chip europeu e falava todo dia”, disse o pai. “Ele foi, a princípio, para serviço humanitário. A ideia dele era chegar lá e fazer serviço humanitário. Era o sonho dele ajudar, mas acho que depois deu errado e foi direto para a linha de frente, e o mais errado aconteceu”, completou.

Segundo a família, Búrigo deixou São José dos Ausentes, no interior gaúcho, em março, foi de ônibus para São Paulo e pegou um avião para a Polônia, de onde atravessou a fronteira para o país em guerra e se alistou.

Ela deixa um filha de 15 anos.

Segundo caso

O Ministério das Relações Exteriores confirmou em 9 de junho que o também gaúcho André Luis Hack Bahi, de 44 anos, que estava na guerra na Ucrânia, havia morrido em combate no país europeu.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest