Interior

Em Dourados, Casa da Cultura será inaugurada hoje com shows gratuitos; veja programação

Via Redação | Publicado por Administrador | às 12:14:16

A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) inaugura, hoje (1º de julho), o prédio reformado da Casa da Cultura - Espaço Guaraoby , que é gerido pela Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (PROEC) por meio da Divisão de Cultura, Esporte e Lazer (DCEL).

Localizada na rua Monte Alegre, número 1.955, na Vila Progresso, trata-se de um marco para o município de Dourados, uma vez que o Espaço conta com o legado do maestro Adilvo Mazzini, falecido em 2019, e considerado uma das grandes personalidades culturais de Dourados.

O evento de inauguração terá diversas atrações culturais, sendo a principal delas a presença do duo formado cantor Geraldo Espíndola e instrumentista Marcelo Loureiro. Juntamente a eles se apresentarão outros artistas: o grupo de rap indígena Brô MC´s e o músico da UEMS, técnico José Ruivo Netto, além do poeta Emmanuel Marinho. O evento também contará com uma intervenção artística de acadêmicos do curso de Artes Cênicas, Dança e Teatro da UEMS/Campo Grande.

“A inauguração da Casa da Cultura - Espaço Guaraoby é um motivo de orgulho para nossa Universidade e que promoverá uma interação cada vez maior da UEMS com a população douradense e de outros municípios vizinhos. Assumimos o legado cultural do maestro Adilvo Mazzini e acreditamos que a vivência no espaço é uma forma de manter viva a memória dele, que foi um ícone para a cultura local”, ressalta o reitor da UEMS, Laércio Alves de Carvalho.

De acordo com o reitor, as ações de cultura e extensão terão nesse local todo o suporte necessário para que a população sul-mato-grossense aproveite de formações artísticas e espetáculos. “É com honra que a UEMS recebeu este espaço do maestro Mazzini ainda em vida, e é com alegria que vamos promover este evento de reativação do espaço reformado e sob gestão e nossa Instituição”, afirmou Laércio.

A pró-reitora da PROEC, professora Erika Kaneta Ferri, informa que o espaço irá promover a cultura local e regional, “valorizando os artistas por meio de uma rede de formação de talentos na música, na poesia e na arte. A Casa da Cultura - Espaço Guaraoby será um ambiente para promover ações de natureza artística, ofertando vários cursos e oficinas numa abordagem intercultural com os diversos agentes e atores da região da grande Dourados”, destaca Erika.

O espaço foi transferido pelo maestro Adilvo Mazzini à UEMS em 2014, mediante um acordo de cedência, aprovado pelo Conselho Universitário à época. O espaço cultural, com décadas de tradição no município de Dourados, abriga importante acervo histórico que compreende variedade de materiais, como instrumentos musicais, fotografias, itens fonográficos, entre outros. Referência para a arte regional, o prédio foi integrado à administração da Universidade desde aquela período e, após reformas, reabre para atendimento da população douradense e a todo o Estado de Mato Grosso do Sul.

CURSOS OFERTADOS À COMUNIDADE DOURADOS

Atividades que já ocorrem na Casa da Cultura: Aulas de Teoria e Percepção Musical para crianças, adolescentes e adultos, com a maestrina Miriam Suzuki - Terças e Quintas-feiras - no período vespertino; Aulas de Capoeira com Mestre Macaúba - Segundas, quartas e sextas-feiras - no período noturno.

A partir da inauguração oficial da Casa da Cultura - Espaço Guaraoby, no 2º semestre de 2022 as atividades vão incluir: oficinas diversas de dança, teatro, artesanato e violão.

PROGRAMAÇÃO DE INAUGURAÇÃO

A programação da inauguração da Casa da Cultura - Espaço Guaraoby segue abaixo.

17h: Abertura do evento;

17h15: Fala das autoridades;

18h15: Abertura da exposição “Guaraoby: Arqueologia da Memória”;

18h30: Apresentações de Esquetes de alunos e alunas dos Cursos de Artes Cênicas, Dança e Teatro da UEMS/Campo Grande;

19h: Apresentação Musical “Saudações Pantaneiras” com os músicos Geraldo Espíndola e Marcelo Loureiro com abertura de Emmanuel Marinho;

20h: Brô Mc’s – Primeiro grupo de rap Indigena do Brasil.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest