Publicidade

MAIS
Política

“DEP. GERSON CLARO”: A favor da redução dos salários dos professores e a favor do aumento 20% alíquota ICMS sobre os combustíveis

O Deputado “sidrolandense” se justifica que tudo isso é para “manter equilíbrio fiscal “

Via redação | Publicado por Administrador | às 11:23:09

Em dia de aumento do preço da gasolina, debate sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) vira pauta na Assembléia Legislativa, no primeiro dia da alteração do imposto sobre a gasolina no MS, o Deputado Gerson Claro (PP), líder do governo do Estado no Legislativo, declarou que para que o Executivo consiga manter equilíbrio fiscal é necessário que se aplique algumas “pautas amargas”, já outro colega de cadeira de Gerson, disse que, “Não dá para baixar o ICMS, o Governo precisa de arrecadação.”

O então ex Professor e agora Deputado Estadual Gerson Claro Dino, teve um aumento na impopularidade, quando já havia votado, em julho do ano passado, a favor do Projeto de Lei Complementar 9/2019, de autoria do Poder Executivo, que reduziu o salário dos professores convocados e alongou o reajuste dos concursados de 2022 para 2025, agora, defende um aumento de 20% na alíquota de ICMS que incide sobre o preço da gasolina, o que apenas considera por ele próprio como PAUTAS AMARGAS”

Há 3 anos, Gerson foi preso durante a Operação Antivírus, por suspeita de desvios milionários em contratos, quando era Chefão do Detran MS, sua impopularidade cresceu ainda mais.

Os principais meios de comunicação de Sidrolândia, quando publicaram que o Gerson seria o líder do Governo Azambuja, tiveram uma enxurrada de comentários negativos, o que deixa o PSBD de olhos arregalados, pois Gerson, daqui a 2 anos, terá que ir novamente as ruas pedir votos, e essas “PAUTAS AMARGAS” apenas fazem com que sua rejeição, impopularidade e desconfiança, aumentem ainda mais perante a sociedade, principalmente em Sidrolândia, onde mesmo com o alto investimento na campanha, recebeu uma resposta negativa a sua candidatura nas últimas eleições, agora basta saber se ele sera mesmo o fiel escudeiro de tantas pautas negativas, que para a ótica do povo sul mato-grossense, não deixa ser ser “olhos para o próprio umbigo”

Com informações Sidrolândia News

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest