Publicidade

anunc
Crime

Coophatrabalho - Militar do Exército é preso depois de matar a mãe esfaqueada

Via Redação | Publicado por Administrador | às 07:06:47

Maria do Carmo Brasil Noelasco, 72 anos, foi assassinada na noite desta terça-feira (7) pelo próprio filho, Edilson Donato Nolasco, de 51 anos, na Rua Quinheira, no Bairro Coophatrabalho, em Campo Grande.

Militar do Exército aposentado, Edilson esfaqueou a mãe na sala da casa onde ela vivia. Maria foi atingida no pescoço e peito. Edilson também esfaqueou o irmão, de 51 anos, no pescoço e costas. O homem foi socorrido em estado gravíssimo para a Santa Casa de Campo Grande, pelo Corpo de Bombeiros Militar.

A polícia foi acionada por uma vizinha da família, que mora na frente da residência, depois que o irmão de Edilson pediu socorro, todo ensanguentado, contando que a mãe havia sido morta. A vizinha contou aos policias que estava no banho e ouviu uma discussão, quando saiu na rua viu a vítima e chamou o socorro.

Maria tinha 72 anos e morava com filho que foi socorrido em estado gravíssimo (Foto: Redes Sociais)

Por se tratar de feminicídio, a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) foi acionada e encontrou a casa com muito sangue e alguns móveis estavam danificados. Edilson fugiu, mas foi capturado por equipes do Batalhão de Choque, a cerca de 1,5 km do local do crime. Com machucados no pescoço e na mão direita, ele foi encaminhado, sob escolta, para a Santa Casa de Campo Grande, onde ficou sob observação médica.

A arma do crime não foi encontrada até o momento. Edilson foi preso em flagrante por feminicídio, com agravante de violência doméstica e familiar, e também por homicídio simples na forma tentada. Ele é 2º sargento do Exército e foi transferido para reserva remunerada em março de 2017.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest