Capital

Com cheiro de gás forte, vizinho salva crianças que ficaram sozinhas por 5 horas no Coophatrabalho

Via Redação | Publicado por Administrador | às 17:04:46

Duas crianças menores de 5 anos foram socorridas por um vizinho na manhã desta terça-feira (24), no bairro Coophatrabalho, em Campo Grande. O homem, de 28 anos, que não quis ser identificado, foi acordado com o cheiro forte de gás de cozinha vindo da casa ao lado. À reportagem ele relatou que as crianças, de 2 e 3 anos, ficaram sozinhas por 5 horas e que as quatro bocas do fogão estavam abertas.

No vídeo encaminhado ao Campo Grande News é possível ouvir o choro das crianças e a revolta do vizinho em encontrá-los sozinhos.

“Acordei umas 7h30 com cheiro muito forte de gás. Normalmente quando as crianças estão chorando eu sei que não tem ninguém em casa. Aí vi o menino chorando, abri o portão, entrei e fechei as quatro bocas do fogão que estavam abertas. Eles moram ali há três meses. De umas duas semanas para cá está sendo recorrente elas ficarem sozinhas ali uns 20 ou 40 minutos, mas hoje foi umas 5h. O povo ficou revoltado”, disse.

De acordo com o morador, ele costuma alimentar as crianças todos os dias pela manhã. “Hoje foi a gota d’água porque eles ficaram cinco horas e o gás estava ligado. Aí eu chamei a PM. Os país chegaram três minutos antes e quase foi linchado pelos moradores”, comentou.

O vizinho também acrescentou que o pai costuma gritar com o filho e dizer palavras hostis. ”Ele bate nele. O menino grita muito, como pai trabalha a noite, ele não deve aguentar. Ele xinga o guri de capeta, demônio. Nunca tive problema com essa família. Já cheguei a pensar em chamar a polícia outra vez, mas depois que ele começou a xingar muito as criança.. e o gás, não teve jeito, foi a gota d’ água.”, reafirmou.

Conforme a 2º Tenente da Polícia Militar, Camila Egashira, os pais trabalham em turnos diferentes. “Ele explicou que trabalha no período noturno da 00 às 6h e a esposa sai para trabalhar bem cedinho por volta das 6h. Hoje o que aconteceu foi o seguinte: a mãe saiu por volta das 5h45 e ele saiu do serviço, foi até o banco e chegou às 10:30 na casa do casal”. pontuou.

Crime - O casal foi encaminhado a DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) para prestar depoimento. De acordo com o delegado, Roberto Morgado, o crime de abandono de incapaz está claro. As crianças foram liberadas pelo irmão do acusado, de 21 anos, que também não quis se pronunciar. Os pais vão responder por abandono de incapaz e ficarão em liberdade após o pagamento de fiança de dois salários mínimos. O advogado do casal já acertou a dívida penal. - (CAMPO GRANDE NEWS)

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest