AGRONEGÓCIO

China suspende importação de carnes de quatro empresas da Austrália

Governo australiano tem defendido uma ‘revisão internacional independente’ sobre a origem do novo coronavírus e sobre como o país asiático lidou com a doença; China nega que medida seria uma espécie de ‘retaliação’

Via Redação | Publicado por Administrador | às 11:08:15

A China suspendeu a importação de carne de quatro empresas australianas, citando irregularidades nas inspeções e

quarentena, de acordo com o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores chinês, Zhao Lijan, em coletiva regular de imprensa.

“Entende-se que durante a inspeção de produtos de carne importados, a alfândega chinesa constatou continuamente que vários lotes de produtos de carne bovina exportados para a China por empresas australianas individuais

violavam os requisitos de inspeção e quarentena determinados em conjunto pelas autoridades competentes de ambas as partes”, segundo o porta-voz.

China isenta mais 79 produtos dos EUA de tarifas comerciais

“A fim de proteger a saúde e a segurança dos consumidores chineses, a China decidiu suspender a aceitação de declarações de importação de produtos de carne de quatro empresas australianas a partir de agora e notificou

as autoridades australianas para exigir que o lado australiano investigue minuciosamente as razões e faça as correções”, acrescentou.

O porta-voz do país asiático também rejeitou acusações de que a medida representa uma ‘coerção econômica’ contra a Austrália. O governo australiano tem defendido uma ‘revisão internacional independente’ sobre a origem da pandemia do novo coronavírus, bem como sobre como a China lidou com a doença.

Ao ser questionado sobre os pedidos de investigações, o porta-voz reiterou as objeções da China. “Usar a situação epidêmica para se envolver em manipulação política só interferirá na cooperação internacional para prevenção e controle de epidemias”, disse.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest