Fronteira

Cadáver encontrado em aterro na Bolívia é de brasileiro de 48 anos

Via Redação | Publicado por Administrador | às 17:11:34

O corpo encontrado na última segunda-feira (3) com vários marcas de tiro em um aterro sanitário em Puerto Suárez, na Bolívia, a 30 quilômetros de Corumbá, era do brasileiro Claudio Henrique Olartechea, de 48 anos. Ele teria sido assassinado com ao menos 12 disparos.

Segundo o ‘Jornal El Deber’, o corpo estava há três dias no local em avançado estado de decomposição e a suspeita da polícia é que a morte tenha sido um possível acerto de contas.

Porém, a identificação só foi possível com algumas tatuagens que ainda estavam visíveis. Conforme o site Folha de MS, Claudio atuava em uma facção criminosa, possuía uma extensa ficha criminal e participou da morte de um policial militar em Corumbá, em 2006.

Além do homicídio contra o militar Rudy Mendonça, na estrada do Jacadigo, o brasileiro tinha condenações pelos crimes de receptação, porte de arma, homicídio, tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Contra ele havia uma pena de 24 anos, nove meses e 27 dias de prisão.

A Polícia da Bolívia ainda segue investigando as motivações e a autoria, pois o homem era conhecido por ter ações contundentes nos crimes transfronteiriços cometidos na região de fronteira.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest