Eleições

Bernal quer tentar concorrer a uma vaga de deputado pelo PP

Via Redação | Publicado por Administrador | às 12:04:48

O ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, declarou que deseja concorrer a um cargo de deputado pelo PP nas eleições deste ano.

A afirmação foi feita durante convenção do partido, na manhã desta sexta-feira (5).

“Eu quero ser candidato a deputado, eu vou ver com a Tereza [Cristina] aqui o que ela pretende, qual projeto ela quer colocar para o Partido Progressista”, disse.

A possível candidatura também esbarra em decisões judiciais, que não permitem que Bernal assuma um mandato.

Ele criticou as decisões e disse que são “indevidas”.

“Tem duas decisões que tentam me inviabilizar politicamente”, disse.

“Uma é da Seleta/Omep, que teve o contrato assinado pelo desembargador Sérgio Fernandes Martins e o então prefeito André Puccinelli. Eles não foram condenados, por que eu vou ser?”, questionou.

O ex-prefeito afirma ainda que fez todos os concursos e processos dentro da legalidade e com acompanhamento do Ministério Público e Judiciário.

“Então é óbvio que eu vou ter o meu direito político nesse processo garantido”, disse, confiante.

Já a outra situação citada por Bernal é um processo referente a um contrato de prestação de serviços com uma empresa que administrava cemitérios.

“Ele [desembargador] me condenou de forma indevida e eu considero, inclusive, prevaricação. Foi o Sérgio Fernandes Martins, eles estão tentando me inviabilizar politicamente”.

O ex-prefeito, no entanto, disse não acreditar ser vítima de perseguição política.

“Eu tenho convicção política, convicção judicial de que há um juiz parcial que tem influência política e está lamentavelmente sujando o bom nome do Tribunal de Justiça do nosso Estado”.

Por fim, Bernal disse que, na prática, está liberado para concorrer às eleições deste ano e colocou o nome a disposição do partido.

“Eu acho que eu tenho um histórico que me dá o direito de participar [das eleições]. Deixa o povo votar, se a população votar e me eleger, parabéns, se a população não tiver esse interesse, nós respeitamos”.

“Agora o que não pode é puxar o tapete de alguém que se dispôs a enfrentar o sistema no nosso estado. Eu gostaria muito de ver o povo votando com um total tranquilidade, exercendo o seu direito de cidadão para eleger aquele que será o seu representante”, concluiu Bernal.

Bernal candidatou-se a deputado federal nas eleições de 2018, teve boa votação.

Porém, em virtude de condenação por órgãos colegiados após feitos durante sua gestão como prefeito da Capital, teve sua candidatura impugnada por ter sido enquadrado na Lei da Ficha Limpa. (Correio do Estado)

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest