Publicidade

alems
Capital

Após tomar segunda dose da vacina, dono de churrascaria Ponteio morre com covid

Via Redação | Publicado por Administrador | às 16:34:20

Conhecido em Campo Grande como dono da Churrascaria Ponteio, Milton Lopes das Neves, 81 anos, morreu na noite dessa quarta-feira (31), após complicações da covid-19. Ele já havia tomado as duas doses da vacina contra a doença, o que serve de alerta sobre o tempo necessário para o efeito da imunização.

A primeira dose foi no dia 14 de fevereiro e já no dia 23 do mesmo mês apresentou sintomas como febre alta, vômito e batimentos cardíacos lentos. Milton foi levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e medicado com antibiótico, tomados por sete dias. “Ele não ficou internado, ia todos os dias para tomar a medicação na UPA da Vila Almeida”.

Após a semana, apresentou melhora, mas três dias após tomar a segunda dose da vacina, conforme informações da família, voltou a ter reações e precisou ser internado na última sexta-feira (29) na UPA. “Ele ficou muito ruim, não teve melhora. No sábado, ia entubar, mas não conseguiu vaga no Hospital Regional”, conta Ana Christina, nora de Milton.

Nessa quarta-feira (31), à tarde, ele teve duas paradas cardíacas e por volta das 21h ele não resistiu e acabou falecendo. Ele não tinha comorbidades, conforme informações de familiares, mas a causa da morte foi registrada como sendo por covid-19. Não houve velório e o sepultamento foi restrito à familiares na manhã desta quinta-feira (1).

Eficiência da vacina - A infectologista Marian Croda garante que “não tem relatos de efeitos graves acontecendo após a vacina. Muito menos a vacina tem a capacidade de gerar a doença. O vírus não tem essa capacidade em nenhuma das vacinas que é disponibilizada”.

Segundo ela “os efeitos são geralmente dor local, pode dar um quadro febril, mas são quadros leves. Já temos milhões de pessoas que já tomaram. Então, a gente já pode ter segurança de que a vacina não causa, nenhum evento grave”.

Mas o alerta é que a vacina não impede que a pessoa fique imediatamente livre do vírus. “Primeiro que tem que ter um tempo oportuno, após a segunda dose. Esse tempo oportuno é em geral duas semanas, após a segunda dose que a gente consegue atingir o máximo de proteção. Mas essas vacinas, nenhuma delas, protege 100% da infecção. Então, a infecção, ela pode ocorrer mesmo em pacientes vacinados”.

História - A Churrascaria Ponteio não existe mais no endereço em que permaneceu por quase 30 anos na Rua 14 de Julho esquina com a avenida Fernando Corrêa da Costa, número 1346, em Campo Grande. Desde a inauguração, em agosto de 73, o restaurante permaneceu sendo a “menina dos olhos” de Milton até seu fechamento, em dezembro de 2001 – já nas mãos de seu filho Milton Luis, 56 anos, conhecido como Miltinho.

O patriarca saiu de São Paulo para começar uma nova aventura junto a família em Campo Grande. Como sempre foi dono de comércio no ramo alimentício, não foi difícil embarcar em um novo empreendimento. Ponteio foi pioneiro em muitas coisas para a época como o rodízio, ar-condicionado central, além de maître na entrada e entregas por telefone.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest