Publicidade

pmcg
SENADO

Alcolumbre exige retratação de Bolsonaro sobre sabatina de André Mendonça

Via Redação | Publicado por Administrador | às 16:10:36

O senador Flávio Bolsonaro (Patriotas-RJ) marcou um almoço em sua mansão, em Brasília, para tentar amenizar a crise de relacionamento entre seu pai, Jair Bolsonaro, e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP). As informações são da coluna de Bela Megale, em O Globo.

Há dois dias, Bolsonaro fez duras críticas a Alcolumbre, em consequência da demora do senador em marcar a sabatina de André Mendonça, indicado pelo presidente para o Superior Tribunal Federal (STJ).

Bolsonaro declarou que “ajudou” Alcolumbre em inúmeras oportunidades, inclusive, na sua eleição à presidência do Senado.

“Está indo para três meses que está lá no forno o nome do André Mendonça. Quem não está permitindo a sabatina é o Davi Alcolumbre, uma pessoa que eu ajudei por ocasião das eleições dele (no Senado). Depois, ele pediu ajuda para eleger o Rodrigo Pacheco e eu ajudei. Teve tudo o que foi possível durante os dois anos comigo e de repente ele não quer o André Mendonça”, afirmou o presidente.

“Então, eu nunca ajudei Bolsonaro?”, questionou Alcolumbre ao filho do presidente. Na conversa, que demorou mais de uma hora, o senador afirmou que “ajudou muito” na agenda de governabilidade de Bolsonaro nos dois anos em que esteve no comando do Senado. Por isso, exigiu de Flávio uma retratação do pai.

Alcolumbre disse, ainda, que tinha ajudado a família Bolsonaro e entre os exemplos mencionou o fato de ter brecado a instalação do Conselho de Ética do Senado em 2019, para auxiliar Flávio, no auge das investigações sobre a “rachadinha”.

Flávio afirmou que Alcolumbre e o presidente precisam conversar e se comprometeu a agendar uma reunião na tentativa de solucionar a questão.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest