Capital

Advogado resiste a ser preso por gato de luz e “dá voz de prisão” a delegado

Via Redação | Publicado por Administrador | às 07:09:20

Advogado de 57 anos foi preso em flagrante por furto de energia (gato) de escritório vizinho à casa dele, localizada no bairro Monte Castelo, em Campo Grande. O caso foi constatado na manhã desta sexta-feira, dia 02 de dezembro, por técnico da concessionária de energia, que fazia vistoria de rotina no local. No momento, foi identificado desvio de duas fases do padrão do vizinho.

Boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro da Capital e atendido pelo delegado Pedro Henrique Pillar Cunha acompanhou a ocorrência juntamente com perícia da Polícia Civil que confirmaram o furto. Segundo o site Campo Grande News, o advogado, ao ser questionado, negou e disse que não tinha nada a ver com a situação.

Também negou ir até a delegacia prestar esclarecimentos e acusou os policiais de abuso de autoridade. O advogado disse ainda que o delegado não tinha autoridade para prendê-lo e ao contrário, deu voz de prisão a Cunha.

Ao perceber que seria algemado e conduzido à delegacia, o advogado começou a agir de forma mais amigável e então todos entraram na residência com o perito. Depois disso, o advogado disse ao investigador que o acompanhava que os policiais acabavam de ter cometido abuso de autoridade. Os policiais responderam que se tratava de local de crime assim, a entrada no local para verificação de provas e com a presença do morador não configuravam crime.

Finalmente conduzido à delegacia, o advogado suspeito de furto de energia foi até o local acompanhado de defensor da Comissão de Prerrogativas da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil).

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest