Publicidade

PMCG
Capital

15% dos apartamentos entregues por Bolsonaro em Campo Grande ainda estão vazios, diz Amhasf

Via Redação | Publicado por Administrador | às 10:22:59

Cerca de 15% dos apartamentos entregues pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) no Jardim Canguru, em Campo Grande, no fim de junho deste ano, ainda estão vazios. A informação é da Amhasf (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários). Essa porcentagem da mais de 40 apartamentos, já que o total entregue é de 300.

“Estamos fiscalizando não apenas no Canguru, mas todos os apartamentos entregues. Monitoramento no Canguru, bater todas as portas e dos 300 apartamentos 15% ainda não está ocupado. Estamos entrando em contato com as famílias para que elas ocupem”, diz Cláudio Marques, diretor da Amhasf.

Alvo de denúncias

O condomínio também foi objeto de uma polêmica envolvendo denúncias de venda irregular dos apartamentos, o que é impedido por lei. Conforme o diretor da Amhasf, todas as denúncias são de anúncios postados no Facebook. Reportagem do Jornal Midiamax revelou que moradores começaram a negociar a venda das unidades habitacionais poucas horas após o presidente entregar o residencial. Parte deles, inclusive, escancararam a proposta: ‘4,5 mil pode vir buscar a chave’.

Assim, Cláudio explica que a responsabilidade é da Caixa Econômica Federal e da União, mas que o município de Campo Grande vai intermediar essa fiscalização. “Vamos encaminhar as denúncias e reforçar através de ofícios junto à Caixa para que apure, entre com reintegração e retomada”, reforçou.

Ainda conforme o diretor, o município vai acompanhar para identificar os beneficiários que praticarem a venda. “Vamos acompanhar a mudança dessas famílias. Quem não estiver dentro do imóvel no prazo, vamos oficializar para que a unidade seja retomada e encaminhe para outra família”, pontuou.

O residencial

Residencial no Jardim Canguru é um empreendimento que integra o Programa Casa Verde e Amarela e conta com investimento total de R$ 29 milhões, porém 85% do valor aplicado são do Governo Federal e os demais montantes do Governo do Estado.

O conjunto habitacional conta com cinco blocos de quatro andares, com quatro apartamentos por pavimento, além de infraestrutura completa, com drenagem, esgoto, água, pavimentação, energia elétrica, iluminação pública e transporte público. Nas proximidades, há creches, escolas, postos de saúde e de segurança. (Midiamax)

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest