Publicidade

Anuncie
Brasília

Vigilantes do Detran-MS estão há 2 meses sem salário

Além dos salários atrasados, vigilantes afirmam que terceirizada nunca depositou o FGTS

Via REDAÇÃO | Publicado por Redação | às 17:17:37

Vigilantes do Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) terceirizados pela empresa M.G. Segurança, reclamam de atrasos no pagamento dos salários. De acordo com os funcionários, há dois meses a empresa não paga.

“Estou a ponto de explodir. Sou pai de família, minha conta de água, luz e telefone estão atrasadas, não sei o que fazer, pois eles não esperam a gente receber”, reclama um vigilante que prefere não se identificar.

Outro funcionário do Detran em outra cidade conta que além dos salários atrasados a empresa nunca depositou o FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço). “Trabalho há 9 meses e nunca me atentei para o FGTS. Depois desse atraso, fiz uma consulta e percebi que a M.G nunca depositou meu FGTS. Nem consta no meu cadastro o nome da empresa”, diz.

Conforme os vigilantes, o contrato da M.G. Segurança com o Detran-MS venceu no dia 10 de junho. Mesmo após o encerramento, a equipe trabalhou 16 dias sem vínculo empregatício. “Atendemos a um pedido do patrão. Quando o contrato terminou ele disse para aguardar, pois tentaria renovar o contrato emergencial. Após 16 dias ele nos deu férias e agora estamos com medo de não receber, tentamos ligar e não conseguimos contato, inclusive, ele já nos bloqueou no WhatsApp”, diz.
Conforme o site Midiamax tentou contato por telefone com a empresa, mas os números disponibilizados não completam chamada. No Portal da Transparência consta o repasse de R$ 306,5 mil realizado pelo Governo ao Detran, no dia 27 de junho. A reportagem entrou em contato com o Departamento de Trânsito e aguarda posicionamento.


Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

vermelho