Publicidade

Anuncie
FAMOSOS

Tássia Camargo sobre Brasil: Saí por não suportar mais o fascismo”

A atriz também fez duras críticas ao atual Governo de Jair Bolsonaro

Via Redação | Publicado por Redação | às 09:11:50

Vivendo em Portugal desde 2017, Tássia Camargo seu mudou para Lisboa e segue apostando em sua carreira de atriz. Vivendo uma nova vida, a artista, que está no ar na TV portuguesa em ‘valor da Vida’, conversou com o Fama ao Minuto e contou o motivo pelo qual deixou o Brasil.

Recentemente esteve em uma novela portuguesa após ter tirado um período sabático. Já estava sentindo falta de dar vida a novas personagens?

“Falta de estar nas novelas do Brasil, não senti. Fazia muito trabalho em teatro, que amo! Na verdade, quando o meu empresário em Portugal, Rodrigo Nabarros, da agência BMagic, disse-me que a TVI queria que eu fizesse uma personagem na novela de Maria João Costa, claro, fiquei empolgada porque o nível do trabalho dela é incrível. O meu tempo sabático foi porque a qualidade das novelas brasileiras já não era a mesma. E as produções portuguesas são maravilhosas. Aqui a qualidade existe e muito.”

Existe algum papel que gostaria de interpretar mas que ainda não teve oportunidade de fazer?

“Eu digo sempre que ‘não existem pequenos papéis, existem pequenos atores’. Mesmo com quase 41 anos de carreira, cada vez que entro em cena, que faço uma gravação ou subo ao palco… é sempre uma estreia. Gosto de estudar a personagem, a novela, o guião. Sou muito dedicada.”

Você já disse algumas vezes que a falta de segurança no Brasil a levou procurar em Portugal mais qualidade de vida e segurança. Sente que o Brasil vai conseguir voltar a ser seguro e que esta é uma fase que vai ser ultrapassada?

“Saí do meu país chamado Brasil não apenas pela tranquilidade. Saí por não suportar mais o fascismo, sem generalizar. A esperança é a última a morrer, mas penso que com este retrocesso do atual governo desgovernado, levará mais de 30 anos para algo melhorar. Brasil este que, infelizmente, algumas pessoas acreditam ainda que o ex-presidente Lula não é um preso político. Achar que apenas um partido é corrupto é hipocrisia. A corrupção existe em qualquer país, sob qualquer forma de governo, historicamente é muito antiga, recorrente. Pensar que a corrupção acabaria se eliminar alguns partidos não contribui para que sejam colocadas rédeas, a fim de possibilitar um resgate. Precisamos, mais do que nunca, de nos informar, ler bons livros, termos conhecimento para nos posicionar. O mundo sabe que a Lava Jato é claramente vista como farsa, menos neste Brasil que baixa a cabeça para os americanos. Sou realista.”

Se tivesse esse poder, o que faria para tentar melhorar, neste momento, as condições no Brasil?

Como estou em um momento mais realista, não tenho poder, não faço parte de nenhum cargo político, tampouco quero ter. Como cidadã faço a minha parte para um Brasil melhor.

Se mudou para Portugal mas deixou parte do seu coração no Brasil, uma vez que veio com um filho mas outro acabou ficando, assim como a sua neta, a sua mãe… O que mais custa nesta distância?
“Sofro ao saber que eles não têm um futuro digno, que a minha neta talvez nunca saiba a verdadeira história do meu Brasil.”

Recentemente, sofreu um ataque de coração. Como se sente neste momento? Completamente recuperada e com força para continuar a fazer aquilo que a faz feliz?

Animadíssima, vivíssima e com garra e alegria sempre. Sem humor seria insuportável viver. A vida é o hoje, o agora!

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

Campanha