Publicidade

Anuncie
Saúde

Mutação genética rara fez menino entrar na puberdade aos 2 anos

Aos 3 anos, o norte-americano Patrick Burleigh tinha níveis de testosterona compatíveis com os de um adolescente de 14

Via Redação | Publicado por Redação | às 05:07:23

Sair da infância para entrar na puberdade nunca é fácil. Agora, imagine enfrentar a transição que envolve alterações no corpo e no humor aos 2 anos de idade. Foi o que aconteceu com o norte-americano Patrick Burleigh, que tem uma condição hereditária rara. Ele explica que, em seu caso, trata-se de uma mutação genética que costuma se manifestar entre os homens da família há gerações.

  • A testotoxicose é causada por mutações do gene do receptor LH, responsável por ativar a ovulação em mulheres e a produção de testosterona em homens. Essa mutação faz com que os testículos comecem a produzir testosterona muito cedo. É uma condição tão rara que não se sabe ao certo quantas pessoas no mundo são afetadas por ela. Estima-se que sejam ao todo mil casos.

Ao nascer, Burleigh tinha 50% de chance de herdá-la. E foi o que aconteceu. “Quando tinha 2 anos e meus primeiros pelos pubianos surgiram, não foi uma surpresa”, afirmou Burleigh, que hoje tem 34 anos, em entrevista à BBC.

Aos 3 de idade, ele tinha níveis de testosterona compatíveis com os de um adolescente de 14 anos. As recordações de infância incluem sentir-se deslocado por ter a aparência bem diferente dos meninos de sua idade. A herança genética o fez crescer mais rápido e, aos 5 anos, ele tinha o corpo de um menino de 10. “Não me encaixava na escola e no mundo em geral. Isso marcou minha infância desde muito cedo.”

(Com informações da BBC Brasil)

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

Campanha