Publicidade

Anuncie
Nacional

Hospital Badim: famílias seguem à procura de pacientes após incêndio

Fogo atingiu a unidade de saúde, localizada no Maracanã, na noite dessa quinta. Ao todo, 11 mortes foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros

Via Redação | Publicado por Redação | às 08:36:46

Familiares de vítimas do incêndio no Hospital Badim, no Maracanã (RJ), continuam à procura dos pacientes que estavam internados na unidade de saúde. O fogo começou na noite dessa quinta-feira (12/09/2019) e terminou na madrugada desta sexta-feira (13/09/2019). As informações são do Extra.

Os corpos das 11 vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML). Alguns parentes chegaram ao local para fazer a identificação e liberação dos cadáveres. Por conta das chamas, quatro bombeiros precisaram ser internados no Hospital Aristarcho Pessoa.

Em torno de 90 pacientes do Badim foram transferidos para outras unidades. O Corpo de Bombeiros informou que eles seguiram para os hospitais Israelita Albert Sabin, Copa D’Or, Quinta D’Or, Norte D’Or, Caxias D’Or e São Vicente de Paula.

O Badim disponibilizou o número (21) 97101-3961 e o e-mail suportefamiliares@badim.com.br para quem busca informações sobre parentes. Os pacientes que estavam no Hospital Municipal Souza Aguiar foram transferidos para outras unidades, de acordo com informação da prefeitura do Rio.

Em nota, a direção do Hospital Badim informou que “os familiares dos pacientes e funcionários envolvidos no episódio receberam atendimento pelo comitê de apoio do hospital, inclusive de uma assistente social”.

“Todas as providências estão sendo tomadas para acolher as famílias. Informamos que a direção do hospital irá se pronunciar após a inspeção do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, que deve acontecer ainda na manhã desta sexta-feira”, completou.

Entenda

Um incêndio atingiu o Hospital Badim, na Rua São Francisco Xavier, no Maracanã (Zona Norte do Rio de Janeiro), na noite dessa quinta-feira (12/09/2019). Os bombeiros confirmaram que pelo 11 pessoas morreram.

Ao todo, 103 pacientes estavam internados na unidade no momento do incêndio. Bombeiros seguem vasculhando o local na manhã desta sexta-feira.

Segundo funcionários relataram à polícia e publicações nas redes sociais, o incêndio teria começado por volta das 18h15 em um prédio antigo onde funcionava o setor de laboratórios do hospital particular.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

vermelho