Publicidade

campanha
Interior

Homem é torturado até a morte e corpo jogado em estrada na fronteira

Corpo ainda não identificado foi encontrado nesta manhã no rodoanel de Ponta Porã; local virou ponto de desova de cadáveres

Via Redação | Publicado por Redação | às 10:39:35

Mais um corpo foi encontrado “desovado” no rodoanel de Ponta Porã, cidade a 323 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. O homem ainda não identificado foi torturado até a morte e deixado na estrada de terra com os pés e mãos amarrados.

A Linha Internacional enfrenta onda de execuções, atribuídas pela polícia à guerra entre facções pelo controle do tráfico de drogas na região. Pelo menos cem pessoas já foram mortas nos dois lados da fronteira neste ano.

A polícia foi ao local onde o corpo foi encontrado, mas até agora o homem não foi identificado. Antes de ser morto com vários tiros, ele foi asfixiado, já que na cabeça do rapaz havia uma sacola de plástico. A técnica de tortura é usada para sufocar a vítima. O homem usava camiseta preta, short azul e calçava mocassim.

No dia 10 de julho deste ano, Erick Sander Silva da Rosa, 23, acusado de fazer parte de quadrilha de ladrões de caminhonetes, foi encontrado morto na mesma estrada. Com antecedentes criminais por roubo e receptação, Erick foi executado com três tiros no peito e um na cabeça.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

Campanha