Publicidade

Campanha
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DE MS

Exposição causa polêmica e leva deputados a registrarem BO

Segundo os deputados, a exposição é uma apologia a pornografia

Via ALMS | Publicado por Alcina Reis | às 16:50:06

Em sessão plenária realizada nesta quinta-feira (14), os deputados estaduais, criticaram imagens da exposição Cadafalso, que apresenta telas produzidas por Alessandra Cunha (Uberlândia- MG) e está aberta à visitação até dia 17 de setembro no Museu de Arte Contemporânea (Marco) – unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.

Diante dos fatos, os parlamentares registraram boletim de ocorrência, junto a imagens das obras, aonde são expostos os órgãos genitais masculinos e atos de masturbação. Para alguns deputados, a exposição é inadequada e é considerada inadequada e estimulam a pornografia.

O deputado Lídio Lopes (PEN), afirmou que as imagens constrangem crianças, mesmo com o aviso de que são recomendadas aos maiores de 12 anos. “Tem que mandar arrancar aquilo de lá. Prezamos a defesa dos bons costumes”, disse. Mara Caseiro (PSDB) ponderou que as mostras deveriam estar em outros locais. “Cada um tem suas opções e estamos em um país democrático, mas é estarrecedor que imagens como essas estejam no Marco, um espaço público visitado pelos estudantes”, analisou.

Já para o deputado Dr. Paulo Siufi (PMDB) as imagens estimulam a pornografia. “Justamente em um momento tão conturbado, em que vemos tantas crianças com 11 anos sendo mães, temos essas imagens, de mentes poluídas. Uma verdadeira 'porcariada'”, disparou o parlamentar. Ele foi à tribuna da Casa de Leis e criticou a utilização de recursos públicos para viabilizar as exposições. “Irei ao Ministério Público Estadual e também quero saber quem colocou aquelas obras lá”, reiterou.

Elizeu Ribeiro

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

Campanha