Publicidade

Anuncie
Interior

Ex-prefeito com fama de “Cascão” morre em casa, aos 87 anos

Pelo nome de batismo, Alfreu Silva, pode ser que ninguém lamente a morte, agora se falar "Cascão", a cidade de Dois Irmãos do Buriti sentirá o luto

Via Redação | Publicado por Mariane Duarte | às 16:04:10

Foto: Paulo Francis

Pelo nome de batismo, Alfreu Silva, pode ser que ninguém lamente a morte, agora se falar “Cascão”, a cidade de Dois Irmãos do Buriti sentirá o luto. Na manhã desta quinta-feira (14), “Cascão” morreu, em casa, aos 87 anos. Ex-vereador de Anastácio e com dois mandatos como prefeito em Dois Irmãos do Buriti, o primeiro entre 1989 a 1992 e o segundo, de 1997 a 2000, Cascão se foi sem nem ter visto a homenagem recebida pela Prefeitura do município, ontem.

O apelido de Cascão ele carregava antes mesmo da vida política por se recusar a tomar banho. Só se banhava uma vez por ano, sempre no dia 1° de janeiro. Tal cena virava festa popular entre os mais próximos, comerciante e chacareiros do distrito. Isso também o deixou conhecido como o “Prefeito mais sujo do Brasil”. Em junho deste ano, o Lado B contou a história de Cascão: “Com fama de Cascão, ex-prefeito toma banho, mas não perde o apelido”.

Ao Lado B, a funcionária pública Maria Regina Nogueira, que trabalhou com Cascão nos mandatos como prefeito, conta que ele acordou hoje cedo, tomou banho e café da manhã e pediu para se deitar novamente. “E ele foi desfalecendo, foi assim. Ele estava bem, conversando, normal”, descreve.

Apesar da idade avançada e das doenças que já lhe acompanhavam, Cascão havia saído do hospital há 15 dias, onde esteve internado por complicações de pneumonia e diabetes. “Eu acredito que o que podemos fazer em vida, nós fizemos. Deus sabe do nosso coração”, completa Regina.

O corpo deve ser velado na Câmara de Vereadores de Dois Irmãos do Buriti, a partir das 17h e o sepultamento está previsto para a manhã desta sexta (15).

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

cms0