Publicidade

Anuncie
Nacional

Bolsonaro rebate questionamentos de Lula sobre facada: “Canalha”

Segundo o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, Lula deveria cumprir "prisão perpétua"

Via Redação | Publicado por Redação | às 12:59:00

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), criticou a atitude de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que, após a divulgação de conversas entre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro e o procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, levaram a julgamento um habeas corpus preventivo que poderá dar margem a questionamentos de todas as condenações avalizadas pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), inclusive a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em outra frente, a Corte pode ainda reavaliar a possibilidade de prisão após julgamento em 2ª instância, decisão que beneficiaria diretamente o ex-presidente, entre outros políticos presos, como Eduardo Cunha. “Seria péssimo exemplo tirar todos da cadeia”, disse Bolsonaro em café da manhã com jornalistas, no Palácio do Planalto.

O presidente não poupou Lula de críticas, chamando o ex-presidente, inclusive, de “canalha” e reclamou das autorizações para as entrevistas. “Até onde eu saiba, presidiário só presta depoimento, não dá entrevista”, disse Bolsonaro.

Compartilhe esta matéria:

Google+
Tumblr
Pinterest

Publicidade

vermelho