Publicidade

Anuncie
Lugar de Mulher é na Política

Entrevista: Mara Caseiro e o grandioso festival da América do Sul

Publicado em às 09:36:20

Diretora-presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro, fala em entrevista exclusiva à jornalista Alcina Reis, sobre as novidades da décima quinta edição do Festival da América do Sul. Mara também ressalta a importância da participação da mulher nas eleições.

Assista a entrevista e veja abaixo a programação do evento

Programação 15º FASP

Pavilhões e Stands na Praça Generoso Ponce

de 14 a 17 de novembro - 15h às 23h

PAVILHÃO DOS PAÍSES

Comercialização do artesanato de Mato Grosso do Sul e dos países Peru, Argentina, Venezuela, Paraguai e Bolívia.

PAVILHÃO ARTESANADO DE CORUMBÁ

Comercialização do artesanato dos artesãos de Corumbá/MS

PAVILHÃO MS – MOSTRA MS

Espaço Economia Criativa: Espaço destinado à exposição e comercial de produtos originados no Mato Grosso do sul dos setores criativos das artes visuais, design, modas sustentável, gastronomia regional, saberes tradicionais e editorial.

STAND DA LITERATURA

Espaço destinado aos escritores de MS para lançamentos de livros, declamações, divulgação e comercialização suas obras.

GALERIA DE ARTES VISUAIS – INTERNACIONAL

Comemorando quinze anos de realização do Festival América do Sul Pantanal - FASP, a contemporaneidade das artes visuais marca presença nas mais diferentes linguagens plásticas. Obras latino-americanas compõem o acervo do Festival, dando aos visitantes a oportunidade de acesso à produção atual e significativa das artes visuais, colaborando ainda para a formação de público e do olhar crítico e sensível da sociedade em relação ao meio cultural e artístico.

Artistas expositores: Júlio César Alvarez (Paraguai), Júlio Gonzalez (Paraguai), Selmo Martinez (Paraguai), Luiz Vera (Paraguai), Juan Britos (Paraguai), Jamir Johanson (Bolívia), Roxana Molina (Bolívia) e William Añez Duran (Bolívia).

Espaços para visitação

de 14 a 17 de novembro

CASA DO DR. GABI – ESPAÇO DA MEMÓRIA

Instituído oficialmente como museu municipal, abriga o acervo do Dr. Gabriel Vandoni de Barros e da sua esposa, Dona Neta. O museu apresenta a história de Corumbá a partir de elementos que envolvem cultura e educação, pecuária e tradições familiares, literatura, arquitetura e artes plásticas.

Exposição do Concurso Soy Louco Por Ti América

Local: Rua Cuiabá, nº 1181 – Centro

Atendimento – Visitas monitoradas: 8h30 às 17h30

GALERIA DE ARTES VISUAIS

Comemorando quinze anos de realização do Festival América do Sul Pantanal - FASP, a contemporaneidade das artes visuais marca presença nas mais diferentes linguagens plásticas. Obras nacionais e latino-americanas compõem o acervo do Festival, dando aos visitantes a oportunidade de acesso à produção atual e significativa das artes visuais, colaborando ainda para a formação de público e do olhar crítico e sensível da sociedade em relação ao meio cultural e artístico.

Artistas expositores: Vitor Hugo Souza, Maíra Barcellos Loreto R. Burzlaff, Gabriel Quartin, Mariana Arndt, James Cáceres, Julian Danilo Cubillos, Patrícia Helney e Lúcia Maria Pereira

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Horário: 9h às 20h – REVER HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

MOSTRA RUA

O GRAFFITI é uma forma de arte contemporânea de características essencialmente urbanas com a intenção de interferir na paisagem da cidade, transmitindo diferentes ideias. No 15º Festival América do Sul Pantanal, o público poderá acompanhar a construção dos graffitis das artistas Anis (Chile) e Crica Monteiro (Brasil). Cada uma representando seu país, suas cores, culturas, símbolos e significados.

Graffiti da Anis do Chile

Local: Instituto Moinho Cultural. Rua Comendador Domingos Sahib, 300 - Porto Geral

Horário: das 8h as 18h

Graffiti da Crica Monteiro

Local: Espaço Oficina de Dança de Corumbá. Rua Antônio João N°90 – Centro

Horário: das 8h às 21h

12 de novembro (terça-feira)

CINEMA

9h – Turma da Mônica – Laços

(Brasil, Aventura, 2019 – 1h36min)

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185

Classificação: 6 anos

Sinopse: Floquinho, o cachorro do Cebolinha (Kevin Vechiatto), desapareceu. O menino desenvolve então um plano infalível para resgatar o cãozinho, mas para isso vai precisar da ajuda de seus fiéis amigos Mônica (Giulia Benite), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira). Juntos, eles irão enfrentar grandes desafios e viver grandes aventuras para levar o cão de volta para casa.

Ficha Técnica: Direção: Daniel Rezende // Roteiro: Thiago Dottori // Produção: Maurício de Souza

CINEMA

15h – Turma da Mônica – Laços

(Brasil, Aventura, 2019 – 1h36min)

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185

Classificação: 6 anos

Sinopse: Floquinho, o cachorro do Cebolinha (Kevin Vechiatto), desapareceu. O menino desenvolve então um plano infalível para resgatar o cãozinho, mas para isso vai precisar da ajuda de seus fiéis amigos Mônica (Giulia Benite), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira). Juntos, eles irão enfrentar grandes desafios e viver grandes aventuras para levar o cão de volta para casa.

Ficha Técnica: Direção: Daniel Rezende // Roteiro: Thiago Dottori // Produção: Maurício de Souza

CINEMA

19h – Benzinho

(Brasil e Uruguai, Drama, 2019 – 1h38min)

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185

Classificação: 12 anos

Sinopse: O primogênito de uma família de classe média é convidado para jogar handebol na Alemanha e lança sua mãe (Karine Teles) em uma espiral de sentimentos pois, além de ajudar a problemática irmã (Adriana Esteves), lidar com as instabilidades do marido (Otávio Müller) e se desdobrar para dar atenção aos seus outros filhos, ela terá de enfrentar sua partida antes de estar preparada para tal.

Ficha Técnica: Direção: Gustavo Pizzi // Elenco: Karine Teles, Otávio Müller, Adriana Esteves // Roteiro: Gustavo Pizzi e Karine Telles

13 de novembro (quarta-feira)

CINEMA

9h – Turma da Mônica – Laços

(Brasil, Aventura, 2019 – 1h36min)

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185

Classificação: 6 anos

Sinopse: Floquinho, o cachorro do Cebolinha (Kevin Vechiatto), desapareceu. O menino desenvolve então um plano infalível para resgatar o cãozinho, mas para isso vai precisar da ajuda de seus fiéis amigos Mônica (Giulia Benite), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira). Juntos, eles irão enfrentar grandes desafios e viver grandes aventuras para levar o cão de volta para casa.

Ficha Técnica: Direção: Daniel Rezende // Roteiro: Thiago Dottori // Produção: Maurício de Souza

CINEMA

15h – Turma da Mônica – Laços

(Brasil, Aventura, 2019 – 1h36min)

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185

Classificação: 6 anos

Sinopse: Floquinho, o cachorro do Cebolinha (Kevin Vechiatto), desapareceu. O menino desenvolve então um plano infalível para resgatar o cãozinho, mas para isso vai precisar da ajuda de seus fiéis amigos Mônica (Giulia Benite), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira). Juntos, eles irão enfrentar grandes desafios e viver grandes aventuras para levar o cão de volta para casa.

Ficha Técnica: Direção: Daniel Rezende // Roteiro: Thiago Dottori // Produção: Maurício de Souza

CINEMA

19h – Benzinho

(Brasil e Uruguai, Drama, 2019 – 1h38min)

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185

Classificação: 12 anos

Sinopse: O primogênito de uma família de classe média é convidado para jogar handebol na Alemanha e lança sua mãe (Karine Teles) em uma espiral de sentimentos pois, além de ajudar a problemática irmã (Adriana Esteves), lidar com as instabilidades do marido (Otávio Müller) e se desdobrar para dar atenção aos seus outros filhos, ela terá de enfrentar sua partida antes de estar preparada para tal.

Ficha Técnica: Direção: Gustavo Pizzi // Elenco: Karine Teles, Otávio Müller, Adriana Esteves // Roteiro: Gustavo Pizzi e Karine Telles

14 de novembro (quinta-feira)

TENDA RIO PARAGUAI

8h – Apresentações Artísticas

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: dos Estudantes das Escolas Municipais e Estaduais de Corumbá e Ladário com propostas que contemplam diferentes países da América do Sul, assim como com apresentações de diferentes linguagens da Arte.

Apresentações: E.E. Carlos de Castro Brasil, E.E. Maria Helena Albaneze, E.E. Octacílio Faustino da Silva, E.E. Maria Leite, E.M. Paiolzinho, E.M. Luiz Feitosa, E.M. Francisco Mendes Sampaio e E.M. Irmã Régula

CINEMA

8h – Águas que educam

(MS, Documentário, 2019 – 20min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: Uma viagem pelas águas do Pantanal e suas histórias através das pinturas Sul-mato-grossenses

Ficha Técnica: Direção: Gilberto Luiz Alves e Candido Alberto da Fonseca

CINEMA

8h20 - Peoa

(MS, Documentário, 2019 – 43min45seg)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: O documentário Peoa apresenta o trabalho das Comitivas Pantaneiras a partir da história real da peoa de boiadeiro Mirele Geller que aos quatro anos foi abandonada pela mãe, passou a viajar na comitiva com o pai e aos 12 anos largou os estudos para seguir a profissão dominada pelos homens. O filme acontece no Pantanal de Mato Grosso do Sul (Brasil) e expressa à atividade dos peões que enfrentam períodos de cheias e estiagem em pleno Patrimônio Natural da Humanidade. Trabalho rústico e ao mesmo tempo fundamental para a economia do Estado.

Ficha Técnica: Roteiro e Direção: Débora Alves // Imagens: Jairton Costa e Elias Cunha Raiban // Drone: Rivelino Silva, Jean Melo e Carlos Eduardo CA-drone // Edição: Vander Paulo // Montagem e Finalização: Zé Gui e Cid Nogueira // Técnico de Som: Valdinei Costa de Almeida // Música Original: Peoa - composição: Amaral Júnior // Música: Poeira Branca - composição: Dener Dias

CINEMA

9h15 – O Segredo dos Diamantes

(Brasil, Aventura, 2014 – 1h26min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 10 anos

Sinopse: Ângelo (Matheus Abreu) chega à casa da avó (Manoelita Lustosa), no interior de Minas Gerais, após passar por um imprevisto com os pais. A grande notícia das redondezas é a descoberta de um pequeno baú cheio de moedas e um manuscrito com um enigma, supostamente deixado por um padre que, 200 anos antes, teria escondido um punhado de diamantes. Decidido a encontrá-los para pagar a cara cirurgia que seu pai precisa fazer, Ângelo conta com a ajuda de seus amigos, Julia (Rachel Pimentel) e Carlinhos (Alberto Gouvêa).

Ficha Técnica: Direção: Helvécio Ratton // Elenco: Matheus Abreu, Rachel Pimentel, Alberto Gouvêa // Roteiro: L.G. Bayão e Dani Patarra

LITERATURA

9h – Circuito de Contação de Histórias

Contadora: Melina Melgar [Corumbá/MS]

Imersão na literatura por meio das narrativas orais, a palavra é o centro. A narração ea oralidade privilegiando a imaginação e a escuta.

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185 – Popular Nova

ARTES VISUAIS

9h às 11h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas.

TENDA RIO PARAGUAI

10h – Espetáculo “CirCorumbá” – Vivart [Corumbá/MS]

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: “CirCorumbá”, criado pelos professores e colaboradores do Espaço Vivart para comemorar ao Dia Nacional do Circo (27/03), é um espetáculo em um estilo de “Cabaré” com performances diversas e com a ajuda de um apresentador que interage e brinca com o público.

CINEMA

13h30 – Sobá, Trilhos e Silêncio

(MS, Drama, 2016 - 1h10min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 12 anos

Sinopse: “Sobá, Trilhos e Silêncio” conta a história de Elisa (Tatiany Furuse), uma jovem cineasta nipo-brasileira criada em São Paulo por mãe solteira e sem nenhum contato com a família da mãe. Após receber um telefonema do primo Oshiro (Chao Chen), ela viaja até a Capital sul-mato-grossense para resgatar suas origens e acaba por desvendar um segredo na vida de sua mãe.

Ficha Técnica: Direção: Mhiguel Horta // Roteiro: Mhiguel Horta e Tatiany Furuse // Produção e Produção Executiva: Tatiany Furuse // Direção de Fotografia: Rodrigo Rezende // Assistente de Direção: Alyadna Freitas // Direção de Produção: Ademir Oshiro e Tatiany Furuse // Direção de Arte: Fátima Riqueti // Som Direto: Israel Miranda // Produção de Elenco: Espedito Di Montebranco e Tatiany Furuse // Figurino: Ana Ernestina // Caracterização: Robertinho Marques // Edição: Fábio Tiago // Finalização: Renata Prado // Trilha Sonoro Original e Arranjos: Aldo Carmine // Música: Jimmy Andrade e Tiago Oshiro

TENDA RIO PARAGUAI

14h – Apresentações Artísticas

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: Apresentações Artísticas dos Estudantes das Escolas Municipais e Estaduais de Corumbá e Ladário com propostas que contemplam diferentes países da América do Sul, assim como com apresentações de diferentes linguagens da Arte.

Apresentações: E.E. Dom Bosco, E.E. Leme do Prado, E.E. Dr. João Leite de Barros, E.E. Nathércia Pompeo dos Santos, E.E. Dr. Gabriel Vandoni de Barros, E.M. Cássio Leite de Barros e E.M. Eutrópia Gomes Pedroso

ARTES VISUAIS

14h às 16h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas.

CINEMA

15h – Turma da Mônica – Laços

(Brasil, Aventura, 2019 – 1h36min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 6 anos

Sinopse: Floquinho, o cachorro do Cebolinha (Kevin Vechiatto), desapareceu. O menino desenvolve então um plano infalível para resgatar o cãozinho, mas para isso vai precisar da ajuda de seus fiéis amigos Mônica (Giulia Benite), Magali (Laura Rauseo) e Cascão (Gabriel Moreira). Juntos, eles irão enfrentar grandes desafios e viver grandes aventuras para levar o cão de volta para casa.

Ficha Técnica: Direção: Daniel Rezende // Roteiro: Thiago Dottori // Produção: Maurício de Souza

TENDA RIO PARAGUAI

15h30 - R.U.I.A (Realidade Ultra-Sônica de Invasão Aleatória) – Dançurbana [Campo Grande/MS]

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: O espetáculo aleatoriamente invade o recreio da escola, um ecossistema habitado por criaturas mimológicas, as brincadeiras e jogos da infância, etc. Voltado para crianças do segundo setênio (etapa do crescimento entre os 7 e 14 anos, onde acontece o desenvolvimento das relações sociais, da memória cronológica, a compreensão da ligação da causa-efeito…) o espetáculo lança mão de estímulos e objetos que são ressignificados e reinventados.

Ficha técnica: Direção Geral: Marcos Mattos // Intérpretes-criadores: Adailson Dagher, Irineu Júnior, Jackeline Mourão, Lívia Lopes, Reginaldo Borges e Thiago Mendes // Elenco de Apoio: Ariane Nogueria / Provocadoras e colaboradoras: Paula Bueno e Miraíra Noal // Design Gráfico, cenário e figurino: Maíra Espíndola // Assistente de figurino: Nara Leite // Registro Audiovisual: Vaca Azul // Trilha Sonora: Reginaldo Borges // Produção: Arado Cultural

LITERATURA

15h – Circuito de Contação de Histórias

Contadora: Melina Melgar [Corumbá/MS]

Imersão na literatura por meio das narrativas orais, a palavra é o centro. A narração e a oralidade privilegiando a imaginação e a escuta.

Local: Casa Dr. Gabi. Rua Cuiabá, nº 1181 – Centro

CINEMA

16h40 – A parte do mundo que me pertence

(Brasil, Documentário, 2019 – 1h24min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Sinopse: Pelas ruas de Belo Horizonte, o cineasta mineiro Marcos Pimentel só tem um objetivo: descobrir quais são os sonhos das pessoas que passam por ele. Entre uma menina com síndrome de down que deseja se tornar bailarina e um trabalhador que quer reformar a própria casa, o diretor revela o quanto um sonho é importante para a vida das pessoas.

Ficha técnica:

17h – Cortejo de Abertura

Escola de Samba

Local: Praça Generoso Ponce

TEATRO

18h – Sierra Quiabó- Voyeur Teatro [Bolívia]

Local: Praça Generoso Ponce

Classificação: Livre

Sinopse: Inspirados em Fuenteovejuna (obra medieval de Lope de Veja – xxxx), Voyeur Teatro de Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), apresenta um espetáculo que indaga, de maneira poética e visual, temas como poder, tirania e liberdade. Misturando teatro e tradição, o espetáculo trás para a abertura do XV Festival América do Sul Pantanal um pouco das festividades patronais do oriente boliviano num jogo de máscaras e pirofagia.

Ficha técnica: Direção e dramaturgia: Jorge Calero // Em colaboração com: Snack Tía Ñola, Ruta Teatro y TEU (Teatro Experimental Universitario) // Producción: APAC e Voyeur Teatro // Autores: Creación Colectiva de Voyeur Teatro: Giovanne Hidalgo, Ramber Grageda, Rosa Valeria Barrios, Alejandra Grageda, Bryan Camacho, Alejandra Rea, Jorghe Vargas, Gonzalo Michel, Malú Perez, Andrea Cornejo, Edson Maraz, Rodrigo Heredia, Ariel Arancibia, Jorge Calero // Elenco: Jorghe Vargas, Rosa Valeria Barrios, Ramber Grageda, Alejandra Grageda, Alejandra Rea, Bryan Camacho, Giovanne Hidalgo, Malú Perez, Juancho, Gonzalo Michel, Andrea Cornejo, Edson Maraz, Rodrigo Heredia, Alex Lara, Andy Garcìa // Colaboradores de cena: Carla García, Luis Flores // Desenho e construção de máscaras: Angela Cahuata // Figurino: Malú Perez e Giovanne Hidalgo // Cenografia: Gonzalo Michel // Coreografías acrobáticas: Rosa Valeria Barrios e Bryan Camacho // Pesquisa Musical: Ramber Grageda // Pirotecnia: Jorghe Vargas // Iluminação: Ramber Grageda e Jorge Calero // Pesquisa gastronômica e cozinha: Alejandra Grageda // Produção artística: Alejandra Rea // Audiovisual: Rodrigo Pereyra // Desenho Gráfico: Erika Pereyra

19h – ABERTURA OFICIAL

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

19h30 – PREMIAÇÃO CONCURSO SOY LOCO POR TI AMÉRICA

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

MÚSICA

21h – Orquestra de Instrumentos Reciclados de Cateura [Paraguai]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

Classificação: Livre

Sinopse: Como o lixo pode se transformar em música e esta música transformar a realidade social de uma comunidade? A Orquestra de Instrumentos Reciclados de Cateura, no Paraguai, surgiu a partir de uma oficina de educação musical direcionada para crianças e adolescentes da comunidade de mesmo nome, formada a partir do lixão no subúrbio de Assunção. É a primeira orquestra do mundo a usar instrumentos feitos de produtos reciclados do lixo. O repertório principal é a música clássica, mas a orquestra também interpreta sucessos do pop, do rock’n’roll e canções regionais da guarânia e polca paraguaia. Toda esta beleza, a poesia da transformação da realidade de uma comunidade onde a taxa de criminalidade era alta e a pobreza e falta de oportunidades imperavam, vai poder ser vista, ouvida e sentida durante o Festival América do Sul Pantanal 2019. A música que vem do lixo, que transforma e atribui significado à vida.

MÚSICA

22h – Zezé de Camargo e Luciano [Brasil]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

Classificação: Livre

Sinopse: Média de 130 shows por ano, mais de um milhão de cópias por álbum, campanhas publicitárias, licenciamento em várias marcas. Zezé Di Camargo & Luciano abrem em grande estilo o 15º Festival América do Sul Pantanal com um espetáculo especial no dia 14 de novembro (quinta), às 22 horas, no Palco Integração, em Corumbá. A dupla conta hoje com mais de 40 milhões de cópias vendidas, só no Brasil, somando cerca de 130 shows por ano, avançando fronteiras pelo mercado latino vizinho com sucesso esplendoroso. Zezé di Camargo e Luciano estão no auge de sua carreira, e se duas décadas e meia se passaram eles ainda têm uma história de grandes sucessos pela frente.

15 de novembro (sexta-feira)

LITERATURA

8h – Quebra Torto com Letras

Local: Instituto Moinho Cultural. Rua Comendador Domingos Sahib, 300 - Porto Geral

Evento literário matinal que reúne escritores, estudantes e público em geral proporcionando o contato direto com escritores nacionais e regionais, produtores culturais, artistas e pesquisadores de temas relacionados a cultura e a história da América Latina. Num ambiente onde a gastronomia típica das fazendas de Mato Grosso do Sul se faz presente, o bate-papo com os escritores reveste-se num evento diferenciado e de trocas de experiências literárias bastante produtivas.

Convidados: Noemi Jaffe (Brasil), Mara Calvus (MS), Danielle Barbosa Santos Ferreira (MS), Luciene Machado (MS) - Mediadora: Marcelle Saboya Ravanelli (SESC Corumbá)

Noemi Jaffe: é uma escritora, professora e crítica literária brasileira. Doutora em literatura brasileira pela USP, dá aulas de Escrita Criativa na Casa do Saber, no curso de Formação de Escritores do Instituto Vera Cruz e mantém vários grupos particulares. Também trabalha como crítica literária para o jornal Folha de S.Paulo. Seus livros de ficção são: Todas as coisas pequenas (Hedra, 2005), quando nada está acontecendo (Martins, 2011), O que os cegos estão sonhando? A verdadeira história do alfabeto Írisz: as orquídeas. Ganhou o Prêmio Brasília de Literatura de 2014 com o livro A verdadeira história do alfabeto.

Mara Calvis – Escritora Sul-Mato Grossensse

Lucilene Machado – Doutora em Literatura, professora da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, campus Corumbá, autora dos livros Biografia de Amores e Os homens que não amam as mulheres.

TENDA RIO PARAGUAI

9h – Apresentações Artísticas

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: A programação conta com convidados de diferentes lugares, trazendo um pouco da diversidade da América do Sul. Contaremos com a presença da Rede Solidária de Campo Grande apresentando coreografias de dança de diferentes estilos e do Teatro Recreativo Meditativo de Corumbá com o espetáculo “Cirandeiros”.

9h – Rede Solidária

10h – Espetáculo “Cirandeiros” – Teatro Recreativo Meditativo

Sinopse: É um musical que chega em todos os públicos por se tratar de um encanto do inconsciente coletivo. Não é apenas o teatro tradicional e sim a mistura de técnicas de se contar aquelas histórias que estão contidas nas cantigas de roda, cirandas e consequentemente guardadas em alguma gaveta do nosso imaginário infantil. No repertório de histórias tem: O Cravo e a Rosa, Sapo Cururú, A Barata Diz Que Tem…, Pai Francisco, A Linda Rosa Juvenil entre outras que são contadas e cantadas. A ideia não é resgatar as cantigas apenas, e sim, quebrar a quarta parede do teatro e sentir o público divertir-se com toda a cena e participando de algumas delas ao lado dos atores.

Ficha técnica:

ARTESANATO

9h às 12h e das 14h às 17h - Carteira do Artesão

Local: Casa do Artesão. Rua Dom Aquino, 405 – Centro

Cadastramento de artesãos para emissão ou renovação da Carteira Nacional do Artesão. Documentos necessários: CPF original, Comprovante de residência, 01foto 3X4, 01peça pronta do produto artesanal a ser cadastrado e 01peça a concluir do mesmo produto para uma breve demonstração de sua confecção no ato do cadastramento.

ARTES VISUAIS

9h às 11h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas.

MÚSICA

10h – Coletivo Vibrações - Quebra Torto com Letras

Local: Instituto Moinho Cultural. Rua Comendador Domingos Sahib, 300 - Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: O coletivo Vibrações é um grupo de músicos residentes em Campo Grande que se dedica principalmente a prática do gênero musical conhecido como choro, e também gêneros brasileiros similares como samba, baião, frevo e outros. Surgido da vontade dos músicos de criar um movimento frequente de choro e música brasileira na capital Sul Matogrossense, gênero esse que figura entre as principais marcas identitárias da música brasileira, inclusive sendo considerado como o primeiro estilo musical urbano brasileiro, anterior ao samba, surgido ainda no final do séc XIX, e que hoje está presente das ruas as salas de concerto em todas as capitais e maiores cidades do Brasil e também do mundo, representado por alguns dos maiores músicos brasileiros de todos os tempos desde sua origem, como Chiquinha Gonzaga, Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Heitor Villa Lobos, Radamés Gnatalli, Hermeto Pascoal, Dominguinhos e tantos outros. O Coletivo tem em sua formação instrumentação bastante variada, Lucas Rosa no vibrafone, Ivan Cruz no bandolim, Carlos Alfeu no violão, Márcio Marques na flauta, Gustavo Vilarinho no pandeiro, e sempre recebendo participações de muitos outros instrumentistas e cantores, algo que é tradição nas rodas de choro.

TENDA RIO PARAGUAI

14h - Apresentações Artísticas

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

LOUNGE GASTRONÔMICO

Local: Praça Generoso Ponce

A proposta da Cozinha Show que será realizada durante o 15º. Festival da América do Sul Pantanal tem como temática “a nova Gastronomia do cerrado”, uma nova gastronomia sul-mato-grossense. Um diálogo entre a cultura pantaneira e a gastronomia do cerrado com as influências da gastronomia paraguaia, libanesa e boliviana. Serão apresentados como as novas técnicas da cozinha contemporânea estão sendo utilizadas com a tradição dos produtos regionais e elementos da nossa cultura. Os pratos apresentados ao público terão ingredientes da culinária regional. Será um espetáculo protagonizado pelos chefs convidados a demonstrar para a plateia um prato diferente da trivialidade, com ingredientes que fazem parte do identidade cultural do estado de Mato Grosso do Sul.. A ação é uma parceria da FCMS, ABRASEL, SEBRAE E SENAC em fomentar a gastronomia levando os sabores dos ingredientes regionais para o Festival.

Capacidade: 50 pessoas cada oficina (50 degustações)

Temática: A nova gastronomia do cerrado
Prato: Cordeiro Bom de Prosa.

  • 11h30 – Chef Beto Moraes – ABRASEL (Campo Grande/MS)

Sinopse: A programação conta com convidados de diferentes lugares, trazendo um pouco da diversidade da América do Sul. Contaremos com a presença do SESC de Corumbá com a Orquestra de Viola Caipira, a Rede Solidária de Campo Grande apresentando coreografias de dança de diferentes estilos e Mauro Cocenza do Uruguai com a apresentação de um espetáculo de Circo.

14h – Orquestra Viola Caipira – SESC Corumbá

14h30 – Rede Solidária

15h30 – Espetáculo “H2OBOOM” – Mauro Cocenza

Sinopse: El Gran Enano, um excêntrico palhaço, utiliza suas habilidades e delírios para realizar com cada balão um estouro, onde bolas de ping-pong, engenhocas, mágica, água e muitas explosões acontecem de maneira crescente, rompendo a barreira entre artista e plateia gerando um jogo interativo; conduzindo todos ao clímax do espetáculo, onde o palhaço se torna o alvo do Boom.

Ficha técnica: Direção: Victor Avalos (Palhaço Tomate) // Palhaço: Mauro Cosenza

ARTES VISUAIS

14h às 16h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas.

CINEMA

14h – Planuras

(MS, Documentário, XXX)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

PATRIMÔNIO

14h às 18h – Seminário: Identidade e Pertencimento na América Latina

Local: Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Rua Manoel Cavassa S/N, Casario do Porto

Vagas: 40 pessoas

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

Mesa: Imigração na atual conjuntura

Mediação: Drª. Bartolina Ramalho Catanante – Presidenta do Grupo TEZ

1. Drº. Jean Daniel Zephyr

2. Rosalino Francisco Sanca

3. Drº. João Fábio Silva

4. Caciano Lima – Gerente de Patrimônio Cultural da FCMS

Descrição: O Grupo Trabalho, Estudos Zumbi – TEZ tem como princípio e competência, estudar a situação da população negra, combater todo e qualquer tipo de preconceito, segregação, estigmatização, prática de discriminação em todas suas manifestações, considerando que a luta em favor da educação para as relações étnico-raciais ainda necessita de ações efetivas para o enfrentamento do racismo, discriminação e o combate ao preconceito racial. Além de que as políticas públicas necessitam de ações efetivas que privilegiem as relações étnico-raciais, assim como o fortalecimento da identidade negra e o sentimento de pertença da população negra sul-mato-grossense, compreendendo que o Festival América do Sul é um espaço político para se debater a cultura.

CINEMA

15h – Uma Noite de 12 anos

(Uruguai e Argentina, Drama, 2018 – 2h02min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 14 anos

Sinopse: 1973, Uruguai. José Mujica (Antonio de la Torre), Mauricio Rosencof (Chino Darín) e Eleuterio Fernández Huidobro (Alfonso Tort) são militantes dos Tupamaros, grupo que luta contra a ditadura militar local. Eles são presos em ações distintas e encarcerados junto a outros nove companheiros, de forma que não possam sequer falar um com o outro. Ao longo dos anos, o trio busca meios de sobreviver não só à tortura, mas também ao encarceramento que fez com que ficassem completamente alheios à sociedade, sem a menor ideia se um dia seriam soltos.

Ficha Técnica: Direção e Roteiro: Alvaro Brechner // Elenco: Antonio de la Torre, Chino Darín, Alfonso Tort

LITERATURA

15h – Circuito de Contação de Histórias

Contadora: Carol Jordão [Campo Grande/MS]

Imersão na literatura por meio das narrativas orais, a palavra é o centro. A narração e a oralidade privilegiando a imaginação e a escuta

Local: Praça CEU Heloisa Urt. Rua Mal. Deodoro, nº 2185

CIRCO

17h – Banana – Circo Le Chapeau [Dourados/MS]

Local: Praça da Independência

Classificação: Livre

Sinopse: “Banana” é um divertido espetáculo de circo contemporâneo, carnavalesco, que mistura o circo, a dança, o teatro e a música de forma divertida e na linguagem da rua, acessível a todos e todas. Como comissão de frente do Carnaval das Bananas, é apresentada a relação que tem sido estabelecida com a arte e os artistas atualmente, o que a arte significa e como se apropriar dela como artista ou como público. O espetáculo é uma grande festança feita humanamente por membros da Nação Banana para outros membros da mesma Nação. Aqui na Nação Banana todos somos iguais, ainda que diferentes, todos nos servimos de amor, resistência, sonhos e vontades. Um brinde à República das Bananas!

Ficha técnica: Artista criador e diretor: João Rocha // Artista criador e dramaturgo: Antonio Júnior // Artista criador, sonoplasta e técnico circense: Junior de Oliveira // Artista criadora, figurinista e coreógrafa: Társila Bonelli // Produção geral: João Dias da Mota // Realização: Circo Le Chapeau e Sucata Cultural

CINEMA

17h – O Beijo no Asfalto

(Brasil, Drama, 2018 – 1h38min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 14 anos

Sinopse: Baseado na peça homônima escrita por Nelson Rodrigues. Ao presenciar um atropelamento, Arandir, um bancário recém-casado, tenta socorrer a vítima, mas o homem, quase morto, só tem tempo de realizar um último pedido: um beijo. Arandir beija o homem, mas seu ato é flagrado por seu sogro Aprígio e fotografado por Amado Ribeiro, um repórter policial sensacionalista.

Ficha Técnica: Direção: Murilo Benício // Elenco: Lázaro Ramos, Débora Falabella, Otávio Müller // Roteiro: Murilo Benício

LOUNGE GASTRONÔMICO

Local: Praça Generoso Ponce

A proposta da Cozinha Show que será realizada durante o 15º. Festival da América do Sul Pantanal tem como temática “a nova Gastronomia do cerrado”, uma nova gastronomia sul-mato-grossense. Um diálogo entre a cultura pantaneira e a gastronomia do cerrado com as influências da gastronomia paraguaia, libanesa e boliviana. Serão apresentados como as novas técnicas da cozinha contemporânea estão sendo utilizadas com a tradição dos produtos regionais e elementos da nossa cultura. Os pratos apresentados ao público terão ingredientes da culinária regional. Será um espetáculo protagonizado pelos chefs convidados a demonstrar para a plateia um prato diferente da trivialidade, com ingredientes que fazem parte do identidade cultural do estado de Mato Grosso do Sul.. A ação é uma parceria da FCMS, ABRASEL, SEBRAE E SENAC em fomentar a gastronomia levando os sabores dos ingredientes regionais para o Festival.

Capacidade: 50 pessoas cada oficina (50 degustações)

Temática: A nova gastronomia do cerrado
Prato: Torresmo de Jacaré com maionese de limão cravo.
Prato: Parfait de guavira com couli de jabuticaba.

  • 17h – Chef Adriano Torres - Docente SENAC [Campo Grande/MS]
  • 18h – Chef Adriana Ayres – Docente SENAC [Campo Grande/MS]

DANÇA

18h –Lub Dub – Balé Castro Alves [Brasil]

Local: Palco Jardim - Praça da Independência

Classificação: Livre

Sinopse: O curioso nome desse espetáculo, concebido especialmente para o BTCA, é uma referência ao som percussivo das batidas do coração. Para a medicina os dois primeiros (ou principais) sons do coração são denominados LUB e DUB (ou dup) e são a bolha produzida pela abertura e fechamento das válvulas que permitem a passagem do sangue. Assim, LUB DUB é uma metáfora sobre a vida, sobre a própria humanidade e sua energia vital, que motiva e sustenta o movimento do corpo: o corpo que pulsa, medita, protesta e luta, utilizando a percussão como motivação sonora. A estrutura coreográfica cíclica e a fluidez do elenco se desenvolvem simultaneamente alternando movimentos de tração, estremecimento e reverberação, intercalando cenas dinâmicas e estados de relaxamento, mantendo as características peculiares do coreógrafo: ele utiliza o ritual e o contemporâneo, oscilando do silencio absoluto à vertigem de tirar o fôlego, literalmente, em questão de instantes, sempre em estreita relação com a trilha sonora. O próprio coreógrafo, Jae Duk Kim, assina a trilha, que tem como base instrumentos percussivos das culturas oriental e ocidental, efeitos incidentais, canto e sons ao vivo.

Ficha Técnica: Realização: Balé Teatro Castro Alves // Direção Artística: Wanderley Meira //

Coreógrafo: Jae Duk Kim (Coreia do Sul) // Assistentes de coreografia: Ticiana Garrido e Anna Paula Drehmer // Concepção e Criação da Trilha Sonora: Jae Duk Kim // Design de Luz: Irma Vidal // Concepção do Figurino: Jae Duk Kim // Figurinista: Zuarte Jr. // Operação de Luz: Leonard Henrique // Operação de Som: Gilberto Baía // Confecção do Figurino: Guida Maria, Letícia Santos, Rita Ferreira e Do Carmo Santos // Assessoria Técnica Geral: Leonard Henrique // Produção: Magali Amâncio // Dançarinos: Adriana Bamberg, Douglas Amaral, Leandro de Oliveira, Luis Molina, Luíza Meireles, Mônica Nascimento, Solange Lucatelli e Tutto Gomes //Performance de voz: Gilmar Sampaio

CINEMA

18h40 – T’amo na Rodoviária

(MS, Documentário, 2018 – 1h23min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 14 anos

Sinopse: T`amo na rodoviária é um documentário de processo e poético que retrata o Centro Comercial Condomínio Terminal do Oeste - Antiga Rodoviária de Campo Grande e seus condôminos, os que ali resistem, personagens que ali transitaram, e os que ali transformaram o espaço no que é hoje e o retrato do abando pelas autoridades e pelo público.

Ficha Técnica: Direção e Roteiro: Givago Oliveira // Assistente de direção et al: Cátia Santos // Produção Geral: Fabíola Brandão // Produção Executiva: Mariana Sena e Airton Raes // Produção de Projetos: Michelly Dominiq Amar // Direção de arte e Câmera: Carlota Philippsen // Diretor de Fotografia: Cadu Modesto // Finalizador e Colorista: Helton Pérez - Vaca Azul

MÚSICA

Local: Palco Ladário. Avenida 14 de Março

Classificação: Livre

18h – Apresentações de Ladário

MJ6????

19h30 – Gideão Dias [ Campo Grande/MS]

Sinopse: “Samba Sem Fronteiras” traz um repertório composto de dezesseis canções autorais, sendo dez inéditas onde o cantor e compositor Gideão Dias esbanja alegria, alto astral e imprime suas novas influências musicais que passeiam pela Salsa; o Hip Hop; e o Brejeiro; sem fugir da sua essência e da sua baianitude.

DANÇA

19h30 – Delírios – Traços Dançantes em Lídia Baís – Társila Bonelli [Dourados/MS]

Local: Caixa Cênica – Espaço Oficina de Dança de Corumbá

Classificação: 12 anos

Sinopse: Baseado na obra e vida da pioneira artista sul-mato-grossense Lídia Baís, o espetáculo ‘Delírios: traços dançantes em Lídia Baís’ é um solo da bailarina Társila Bonelli, que utiliza o que tem de mais sagrado, o corpo, para traduzir a religiosidade, complexidade, os conflitos e as convicções vividos por Lídia Baís, transpostos em uma obra atemporal.

Ficha técnica: Direção: João Rocha // Intérprete criadora: Társila Bonelli // Trilha sonora: Jonas Feliz Iluminação: Jorge Nilson e Cadu Modesto Fluhr // Arte gráfica: Helton Pérez/Vaca Azul // Colaboração artística: Flavio Calixto e Junior de Oliveira

MÚSICA

21h – Quarteto Samba Choro [Campo Grande/MS]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

Classificação: Livre

Sinopse: O Quarteto Samba Choro, desde 2013 é formado essencialmente por Áttila Gomes (vocal e percussão), Adriano Praça (sopros) e Paulinho Brasilidade (pandeiro e percussões), sempre acompanhados por músicos de destaque no cenário artístico sulmatogrossense, destacando a presença sempre marcante e competente do violonista Leonardo Bugalu e do bandolinista e multi-

Instrumentista Ivan Cruz, se apresenta em eventos locais e regionais, divulgando obras musicais dos gêneros samba, choro e bossa nova, notadamente consagradas pelo grandepúblico. A vocalização e o instrumental, sempre marcantes com interpretações de grandes nomes da música brasileira, exemplificados por Jacob do Bandolin, Cartola, Noel Rosa, Chico Buarque, Paulinho da Viola, João Gilberto e Tom Jobim, dentre outros, dão a tônica das músicas apresentadas pelo Quarteto. O Quarteto Samba Choro faz uma grande homenagem a Cartola e Jacob do Bandolim no show NOSSO SAMBA CHORO. Nomes do samba que deixaram grandes obras a nossa música brasileira.

MÚSICA

22h – Diogo Nogueira [Brasil]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

Classificação: Livre

Sinopse: Diogo Nogueira é cantor, compositor, portelense, bom de bola e bom de samba. Com 11 anos de carreira, é hoje um dos principais nomes do cenário do samba brasileiro atual. Filho de um dos maiores sambistas do país, o cantor e compositor João Nogueira, Diogo cresceu embalado por choros, sambas e muito batuque em cantorias promovidas em casa pelo pai com o crème de la crème da MPB e do samba. O artista já lançou nove CDs e quatro DVDs, que venderam mais de um milhão de cópias, e foi indicado ao Grammy Latino por todos os seus álbuns – prêmio que venceu por duas vezes. Sua discografia rendeu seis discos de ouro, três DVDs de ouro, dois de platina e um de platina dupla. Agora, Diogo traz para Corumbá o show “Tá faltando o quê”, com seus maiores sucessos. Músicas como “Alma Boêmia”, “Clareou” e o grande hit “Pé na Areia”, que está hoje está entre as mais pedidas das rádios brasileiras e é um enorme sucesso em suas apresentações ao vivo.

16 de novembro (sábado)

LITERATURA

8h – Quebra Torto com Letras

Local: Instituto Moinho Cultural. Rua Comendador Domingos Sahib, 300 - Porto Geral

Evento literário matinal que reúne escritores, estudantes e público em geral proporcionando o contato direto com escritores nacionais e regionais, produtores culturais, artistas e pesquisadores de temas relacionados a cultura e a história da América Latina. Num ambiente onde a gastronomia típica das fazendas de Mato Grosso do Sul se faz presente, o bate-papo com os escritores reveste-se num evento diferenciado e de trocas de experiências literárias bastante produtivas.

Inscrições ???

Convidados: Fabian Severo (URU); Ferrez (BR), Samuel Medeiros (MS), Nelson Urt (Ladário) – mediadora: Rosangela Villa

Lançamento do livro: Marcelo Silva de Oliveira - Estrada-Parque Pantanal, estrada da integração. Estrada-parque Pantanal - EPP foi transformada em área protegida pelo governo do estado em 1993 como uma Área Especial de Interesse Turístico – AEIT, para entre outros objetivos promover a prática do turismo e preservar o patrimônio natural e cultural.

O livro enfoca a EPP em todo o seu contexto, buscando compreender suas variáveis, desde suas origens históricas, do seu traçado, de sua ocupação, dos empreendimentos relacionados à pesca, ecoturismo, pecuárias e das comunidades tradicionais de pescadores, o Passo das Lontras e o Porto da Manga.

A obra investiga se a EPP enquanto área especial cumpre seu papel de indutora para o desenvolvimento do turismo e preservação e valorização do patrimônio cultural, tradicional e natural. O livro baseia-se na pesquisa de campo, revisões bibliográficas e convivência in loco. O autor, durante muitos anos fez da Estrada-parque Pantanal a sua rota de magia e encantamento com o seu traçado povoado por infinitas espécies de animais, vegetação deslumbrante e a sabedoria singular dos ribeirinhos/pantaneiros.

As viagens constantes para a também chamada estrada da integração, encheram a bagagem do viajor curioso dos costumes e paisagens que, em contato direto com as comunidades locais, permitiu um despertar para a grandiosidade local, mas também sobre a necessidade da preservação deste patrimônio cultural e natural.

O olhar que durante anos registrou a riqueza da biodiversidade local, agora se volta mais atento as necessidades básicas das comunidades tradicionais locais, discorrendo sobre territórios, territorialidades, identidades dos saberes locais e todo complexo politico ambiental do País.

Fabián Severo Gonzalez - É um escritor e professor uruguaio. Foi o Prêmio Nacional de literatura em 2017 com o romance Viralata . Nasceu na cidade de Artigas , em 1981 , mas reside em Montevidéu desde 2004. Participa de várias antologias de jovens escritores desde 2005, sendo responsável pela publicação de alguns livros coletivos declarados de interesse educacional pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). Em 2010, recebeu o Prêmio Morosoli de Bronze pelo livro Noite nu Norte - Poemas en portuñol. Em 2011, uma nova edição foi publicada, com o título Noite no Norte. fronteira poesia .Em 2013, publicou em Portuñol Viento de nadie , e no ano seguinte NósOtros , obra acompanhada de um álbum com versões musicais de seus poemas. Viralata , publicado em 2015, é seu primeiro romance.

Ferréz (Reginaldo Ferreira da Silva) - É um romancista, contista, poeta e empreendedor brasileiro. Costuma utilizar em suas obras a chamada “literatura marginal”, por ser desenvolvida na periferia das grandes cidades e tratar de temas relacionados a este universo. Dotado de linguagem influenciada pela variante linguística usada na periferia de São Paulo, Ferréz já publicou diversos livros, entre eles Fortaleza da Desilusão (1997), Capão Pecado (2001), Amanhecer Esmeralda (2005), Ninguém É Inocente em São Paulo (2006), Deus foi almoçar (2012) e Os ricos também morrem (2015).Ferréz é fundador do DaSul, grupo interessado em promover eventos e ações culturais na região do Capão Redondo, ligados ao movimento hip-hop. A ONG Interferência que trabalha com crianças da Zona Sul e fundou o Selo Povo, editora independente. Também possui um programa na TV 247 chamado “Ferréz em construção” onde entrevista pessoas para comentar sobre cultura.[4] Em junho de 2019 anunciou uma parceria com o YouTuber Thiago Ferreira, do canal Comix Zone, para criar uma editora de quadrinhos homônima.

Nelson Urt – Depois de uma carreira de três décadas em grandes veículos de comunicação de São Paulo, como “O Estado de S. Paulo”, revista “Placar”, “Diário Popular” e ESPN Brasil, o jornalista Nelson Urt, 65 anos, voltou em 2004 para a sua Ladário natal, antigo distrito e hoje cidade vizinha a Corumbá, no Pantanal do Estado do Mato Grosso do Sul, onde continuou a exercer sua profissão nas redações do “Diário Corumbaense” e do “Correio de Corumbá” e como autônomo, além de dedicar-se aos estudos acadêmicos na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). A par disso, em fevereiro de 2019, decidiu criar uma editora, a Maria Preta Cartonera, pela qual acaba de lançar “Amor e Morte em Tempos de Chumbo”, que reúne um conto inédito e crônicas, além de poesias e artigos escritos ao longo dos últimos dez anos. Juntamente com o livro de Urt, a Maria Preta Cartonera lançou “Paixão e Morte no Bordel”, com contos dos jornalistas e historiadores Luiz Fernando Licetti, Silas de Almeida e Nelson Urt.

Samuel Medeirox Xavier – atual presidente da UBE/MS e membro da Academia Sul-Mato-Grossensse de Letras. Autor dos livros: “Memórias de Jardim”, “Senhorinha Barbosa Lopes – Uma História da Resistência Feminina na Guerra do Paraguai”– “Contos a Gotas”; e

– “Contos Quase Causos” .

TENDA RIO PARAGUAI

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

Separamos uma programação especial para o público infantil do Festival: uma oficina de duas horas de vivência de Circo para as crianças com o Espaço Vivart de Atividades Circenses. E para finalizar, após experienciarem estas práticas teremos um espetáculo de circo para apreciação, apresentado em parceria com os artistas circenses Breno Baroni e Irmãos Perez.

8 às 10horas – Vivências de Circo para Crianças em Acrobacias de Solo, Tecido Acrobático e Aéreos Metais (Lira e Trapézio)

Sinopse: A oficina será desenvolvida no formato de circuito, onde o participante poderá vivenciar e conhecer de forma educativa e lúdica a arte circense, com as modalidades de acrobacia de solo e acrobacias aéreas (tecido, trapézio fixo e lira).

Público alvo: Crianças.

15h30 – O Circo, o maior espetáculo da Terra - Breno Moroni e Família Perez [Campo Grande/MS]

Sinopse: O artista circense e diretor teatral Breno Moroni convida a Família Perez, tradicional família circense, para um espetáculo de variedades com números de acrobacias aéreas, palhaçaria, malabarismos, equilibrismos e dança. Um espetáculo que encanta adultos e crianças.

Ficha técnica: Direção e concepção: Breno Moroni // Elenco: Hugo, Elenita, Higor, Iago e Yasmin Perez

ARTES VISUAIS

9h às 11h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas.

MÚSICA

10h – Videosonic - Quebra Torto com Letras

Local: Instituto Moinho Cultural. Rua Comendador Domingos Sahib, 300 - Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: VideoSonic apresenta um show instrumental mixando videomapping, projeções mapeadas,

Interagindo com o público e mostrando a importância da utilização de espaços públicos por artistas.

LOUNGE GASTRONÔMICO

Local: Praça Generoso Ponce

A proposta da Cozinha Show que será realizada durante o 15º. Festival da América do Sul Pantanal tem como temática “a nova Gastronomia do cerrado”, uma nova gastronomia sul-mato-grossense. Um diálogo entre a cultura pantaneira e a gastronomia do cerrado com as influências da gastronomia paraguaia, libanesa e boliviana. Serão apresentados como as novas técnicas da cozinha contemporânea estão sendo utilizadas com a tradição dos produtos regionais e elementos da nossa cultura. Os pratos apresentados ao público terão ingredientes da culinária regional. Será um espetáculo protagonizado pelos chefs convidados a demonstrar para a plateia um prato diferente da trivialidade, com ingredientes que fazem parte do identidade cultural do estado de Mato Grosso do Sul.. A ação é uma parceria da FCMS, ABRASEL, SEBRAE E SENAC em fomentar a gastronomia levando os sabores dos ingredientes regionais para o Festival.

Capacidade: 50 pessoas cada oficina (50 degustações)

Temática: A nova gastronomia do cerrado
Prato: Cordeiro Bom de Prosa

  • 11h30 – Chef Beto Moraes – ABRASEL (Campo Grande/MS)

TENDA RIO PARAGUAI

14h – Apresentações Artísticas

Local: Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: Diferentes artistas, escolas, grupos e oficinas de Corumbá também fazem parte da programação do Festival. Apresentações do Grupo Urbe, Oficina de Dança, Grupo Sequence Dance, Projeto Patrícia Gonzales, Teatro Recreativo e Meditativo e também teremos a participação do Studio Kadoshi Dance de Bonito/MS.

ARTES VISUAIS

14h às 16h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas.

CINEMA

14h – No Rastro da Poesia.

(Brasil, Documentário, 2018 – 58min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: No caminho de Cora Coralina, a vida é um pouco poesia. Basta permitir o olhar. Basta querer enxergar. Basta não ter pressa e ter calma. “No Rastro da Poesia” convida você a percorrer esse caminho de vida interiorana e poesia, muito poesia.

Ficha Técnica:

ARTE EDUCAÇÃO

14h – VII Encontro Regional de Arte Educadores

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Vagas: 50 pessoas

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

Tema: Abordagens decoloniais e os deslocamentos do poder/saber/ser desde a arte e a educação

Ministrante: Clarisse Suzuki

Descrição: O encontro tem o intuito de promover a troca de informações entre profissionais da área, pesquisadores, acadêmicos e artistas, a fim de levantar discussões acerca da importância da arte e suas manifestações na formação docente. A proposta é uma roda de discussão aberta ao público.

PATRIMÔNIO

14h às 18h – Seminário: Identidade e Pertencimento na América Latina

Local: Iphan – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Rua Manoel Cavassa S/N, Casario do Porto

Vagas: 40 pessoas

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

Mesa: Cultura, Gênero e Cidadania

Mediação: Waldson Diniz Tez Corumbá e Ms. Sheila Azevedo Pereira

1. Dra. Nilda Pereira da Silva – Grupo TEZRomilda Pizzani – Coordenadora do Fórum das Entidades do Movimento Negro de MS.

2. Tati Corumbá Militante do Movimento LGBT

3. Ms. Marco Aurélio de Almeida Soares – Educador da Gerência de Patrimônio Cultural – FCMS

Descrição: O Grupo Trabalho, Estudos Zumbi – TEZ tem como princípio e competência, estudar a situação da população negra, combater todo e qualquer tipo de preconceito, segregação, estigmatizarão, prática de discriminação em todas suas manifestações, considerando que a luta em favor da educação para as relações étnico-raciais ainda necessita de ações efetivas para o enfrentamento do racismo, discriminação e o combate ao preconceito racial. Além de que as políticas públicas necessitam de ações efetivas que privilegiem as relações étnico-raciais, assim como o fortalecimento da identidade negra e o sentimento de pertença da população negra sul-mato-grossense, compreendendo que o Festival América do Sul é um espaço político para se debater a cultura.

CINEMA

14h30 – Bacurau

(Brasil, Drama, 2019 – 2h10min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 16 anos

Pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

Ficha Técnica: Direção: Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles // Roteiro: Kleber Mendonça Filho // Elenco: Sônia Braga, Udo Kier, Barbara Colin, Thomas Aquino, Silvera Pereira, Thardelly Lima, Rubens S. Santos, Wilson Rabelo

LITERATURA

15h – Circuito de Contação de Histórias

Contadora: Carol Jordão [Campo Grande/MS]

Imersão na literatura por meio das narrativas orais, a palavra é o centro. A narração e a oralidade privilegiando a imaginação e a escuta.

Local: SESC Corumbá. Rua Treze de Junho, nº 1703 - Centro

CIRCO

17h – H2OBOOM – El Grand Enano (Mauro Cosenza) [Uruguai]

Local: Praça da Independência

Classificação: Livre

Sinopse: El Gran Enano, um excêntrico palhaço, utiliza suas habilidades e delírios para realizar com cada balão um estouro, onde bolas de ping-pong, engenhocas, mágica, água e muitas explosões acontecem de maneira crescente, rompendo a barreira entre artista e plateia gerando um jogo interativo; conduzindo todos ao clímax do espetáculo, onde o palhaço se torna o alvo do Boom.

Ficha técnica: Direção: Victor Avalos (Palhaço Tomate) // Palhaço: Mauro Cosenza

CINEMA

17h – As Herdeiras

(Paraguai, Drama, 2018 – 1h38min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 12 anos

Sinopse: Chela (Ana Brun) e Chiquita (Margarita Irún), herdeiras de famílias abastadas do Paraguai, vivem da venda de seus bens. Quando Chiquita acaba presa por dívidas jamais acertadas, a até então submissa e reclusa Chela precisa se virar e começa por acaso a prestar serviço para um grupo de senhoras ricas como motorista. Logo a nova realidade, e especialmente a exuberante Angy (Ana Ivanova), a quem conhece durante o trabalho, afetam os interesses, prioridades e atitudes da taxista amadora.

Ficha Técnica: Direção e Roteiro: Marcelo Martinessi // Elenco: Ana Brun, Margarita Irún, Ana Ivanova

LOUNGE GASTRONÔMICO

Local: Praça Generoso Ponce

A proposta da Cozinha Show que será realizada durante o 15º. Festival da América do Sul Pantanal tem como temática “a nova Gastronomia do cerrado”, uma nova gastronomia sul-mato-grossense. Um diálogo entre a cultura pantaneira e a gastronomia do cerrado com as influências da gastronomia paraguaia, libanesa e boliviana. Serão apresentados como as novas técnicas da cozinha contemporânea estão sendo utilizadas com a tradição dos produtos regionais e elementos da nossa cultura. Os pratos apresentados ao público terão ingredientes da culinária regional. Será um espetáculo protagonizado pelos chefs convidados a demonstrar para a plateia um prato diferente da trivialidade, com ingredientes que fazem parte do identidade cultural do estado de Mato Grosso do Sul.. A ação é uma parceria da FCMS, ABRASEL, SEBRAE E SENAC em fomentar a gastronomia levando os sabores dos ingredientes regionais para o Festival.

Capacidade: 50 pessoas cada oficina (50 degustações)

Temática: A nova gastronomia do cerrado
Prato: Torresmo de Jacaré com maionese de limão cravo.
Prato: Parfait de guavira com couli de jabuticaba.

  • 17h – Chef Adriano Torres - Docente SENAC (Campo Grande/MS)
  • 18h – Chef Adriana Ayres – Docente SENAC (Campo Grande/MS)

DANÇA

18h – Cia de Tango [Argentina]

Local: Palco Jardim - Praça da Independência

Classificação: Livre

Sinopse: A verdadeira essência do Tango Argentino num espetáculo com participação especial de artistas convidados. O Público poderá apreciar danças e músicas tradicionais, uma releitura do começo do Tango compadrito e milonga até chegar ao Tango atual, moderno e carismático. Um show mágico, cheio de surpresas e emoções onde o único limite é a imensidão.

Ficha técnica: Bailarinos: José Fernández e Martina Waldman; Gonzalo Bogado e Jimena Toñanez; Andres Fernández e Daiana Budiño // Cantores: Jesús Hidalgo e Antonela Cirillo // Artistas Convidados: Gonzalo Leiva e Maximiliano Morales Bravo // Produção Geral e Direção Artística: José Fernández e Martina Waldman

TEATRO

19h30 – Uma Moça da Cidade – [Campo Grande/MS]

Local: Caixa Cênica – Espaço Oficina de Dança de Corumbá

Classificação: 10 anos

Sinopse: Ambrosina, uma jovem do interior que se aventura na cidade grande em busca de seus sonhos, loucuras e amores, reconstrói nuances charmosas da capital das décadas de 50 e 60 e propõe uma reflexão sobre o feminino e o mundo em desenvolvimento.

Ficha técnica: Autoria, Direção, Direção de Are, Encenação, Cenário, Luz, Som, Objetos, Adereços, Figurino e Maquiagem: Anderson Bosch // Elenco: Anderson Bosch, Douglas Moreira e Fagner Saraiva // Produção local [MS]: Douglas Moreira // Produção executiva e realização: Grupo UBU

MÚSICA

21h – Renatto Jackson [Campo Grande/MS]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

Classificação: Livre

Sinopse: O artista deu esse nome pra sua apresentação por que logo quando começou a escrever para seu show, o mesmo relatava a presença da poesia em seu meio, e te trazia sensações e sentimentos intensos, por isso o nome Música e Sentimento. Trazendo uma apresentação muito alto astral com influências do Samba Rock, Reggae, Black Music e Dub, Renatto Jackson canta suas músicas autorais e traz sua verdade sobre o universo.

22h – Paralamas do Sucesso [Brasil]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

17 de novembro (domingo)

ARTES VISUAIS

9h às 11h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas.

ARTES VISUAIS

14h às 16h - Mediação da Exposição de artes Visuais

Local: MUHPAN. Rua Manoel Cavassa, 275 – Centro

Ministrantes: Educativo FCMS

Sinopse: Através da mediação haverá reflexões sobre a temática e os elementos da linguagem visual, a partir das obras exposta. Promover a expressão artística dos expectadores a partir da vivencia da mediação. Serão propostas atividades plásticas com criações bidimensionais e tridimensionais, por meio de diversos suportes e técnicas

CINEMA

14h – Urucum: o passado permanece vivo

(MS, Documentário, 2009 – 14min47seg)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: “Urucum, o passado permanece vivo” é um documentário que revela uma parte pouco conhecida da história de Corumbá. Por meio de um passeio entre as ruínas históricas remanescentes de uma antiga fazenda no Maciço do Urucum, o telespectador é convidado a viajar no tempo e reviver os tempos de punjança econômica dessa região no começo do século XX.

Ficha Técnica: Direção, Roteiro e edição: Ara Martins // Direção de fotografia, câmera e produção: Paulo Albano

CINEMA

14h30 – Questão de Honra

(MS, Documentário, 2016 – 18min03seg)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 12 anos

Sinopse: “Questão de Honra” conta a história de antigos funcionários de salas de cinema de Campo Grande (Mato Grosso do Sul) que, desde a década de 1970, produzem filmes de forma independente. Todos os filmes feitos com recursos próprios, a colaboração de amigos e familiares, sem esperar por antecessores, mestres, dinheiro e capacitações especiais ou outras necessidades. Em vez da necessidade, a potência da criação e o desejo de fazer filmes. O documentário mostra as cenas de seus filmes, as motivações, as técnicas, e as histórias destes realizadores que sempre produziram às margens do sistema de produção industrial, trazendo à luz espaços e representações da cultura rural e urbana periférica do oeste brasileiro.

Ficha Técnica: Direção: Carol Araújo // Produção: Simone Elias e Julia Bock – Andara Filmes // Produção MS: Julia Aissa // Direção de Fotografia: Roger Abrego // Montagem: Manoela Cardoso

CINEMA

15h – Canastra Suja

(Brasil, Drama, 2018 – 2h)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 16 anos

Sinopse: Batista (Marco Ricca) e Maria (Adriana Esteves) formam um casal que, aparentemente, é muito feliz em seu casamento. No entanto, a verdade é que as aparências enganam e muito; no fundo, Batista, um alcóolatra inveterado e Maria, que tem um caso com o namorado de sua filha mais velha, Emília (Bianca Bin), representam uma família que está à beira da ruína.

CINEMA

17h – O verde está do outro lado

(Chile, Documentário, 2019 – 1h11min)

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: 10 anos

Sinopse: Desde 1980, a gestão da água foi privatizada em todo o Chile, levando pequenos agricultores à ruína e debilitando milhares de famílias. O congresso chileno concorda com a necessidade de mudar as leis, mas encontra dificuldade para combater a grande influência de grandes empresas da agricultura e mineração. Um retrato sobre a realidade e consequências do modelo econômico implantado há quase 40 anos.

Ficha Técnica: Direção: Daniel A. Rubio // Produção executiva: Juliana Lira // Produção Chile: Andrea Rubio Apiolaza // Produção Brasil: Juliana Lira, Roberto Gonçalves de Lima, Cristina Livramento, Flavio Fontes, Lara Dezan, Priscila Ihara // Montagem: Daniel A. Rubio, Fred Siviero //

Trailer: Sofia Leal // Poster: Lee Swain

TEATRO

17h – Navegantes – Grupo Florescer do Cerrado [Campo Grande/MS]

Local: Praça da Independência

Classificação: Livre

Sinopse: Douralis, uma peixinha muito curiosa, decide deixar o pantanal para conhecer o mar. Junto com ela iria seu melhor amigo, Jacaléguas. Mas o jacaré, inseguro e medroso, desiste da viagem. Sozinha na imensidão das águas, Douralis vai viver muitas experiências! Vai se divertir e fazer novas amizades e descobertas, mas também vai enfrentar muitos perigos. Vencendo seus medos, ela vai amadurecer e perceber melhor o ambiente ao seu entorno. Uma metáfora às relações internas de cada ser humano.

Ficha técnica: Texto e direção: Lu Bigatão // Direção de Cena e preparação de elenco: Yago Garcia // Direção de arte: Anderson Bosch // Cenários e bonecos: Wilson Motta // Direção Musical: Gustavo Vargas // Produção: Fernanda Kunzler e Lu Bigatão // Fotos e designer gráfico: Helton Perez/Vaca Azul

MOSTRA RUA

17h – Batalha do Porto [Corumbá/MS]

Local: Tenda Rio Paraguai – Porto Geral

DANÇA

18h – Jiza [Peru]

Local: Palco Jardim - Praça da Independência

Classificação: Livre

Sinopse: O Grupo Jiza foi fundado em 14 de fevereiro de 1997 no distrito de Villa el Salvador – Lima. Depois do Falecimento do patriarca da família, Don Juan Iraido Zevallos Arenaza, de onde vem o nome JIZA, seus descentes criaram o grupo, e a partir daí vem trabalhando, impulsionando e criando espaços para o desenvolvimento e recuperação da identidade Afroperuana.

Ficha técnica: Família Zevallos

CINEMA

18h30 – Exibição dos curtas metragens produzidos na Oficina de Cinema

Local: Auditório da UFMS - Unidade III, Porto Geral

Classificação: Livre

Sinopse: Entre 11 e 17 de novembro, a cineasta Marinete Pinheiro e o produtor audiovisual Leandro Benites ministraram a Oficina de Cinema para os moradores de Ladário/MS. Nessa sessão, o público poderá assistir os curtas metragens produzidos durante a oficina e um pouco das diversas histórias locais contadas em imagem e som através do olhar dos participantes.

CIRCO

19h30 – Animo Festas – [Brasil]

Local: Caixa Cênica – Espaço Oficina de Dança de Corumbá

Classificação: 16 anos

Sinopse: Ele vai aonde ninguém vai! Ele anima festa de criança! Animo Festas é o Freak-Show do Palhaço Klaus mostrando um submundo decadente do animador de festas infantis. O espetáculo desnuda a máscara do palhaço com sarcasmo e humor ácido e coloca no centro do picadeiro o artista que está à margem da sociedade, em seu embate pessoal entre a fidelidade à arte e a necessidade de se ajustar ao mercado.um animador de festas infantis.

Ficha técnica: Criação e atuação: Marcio Douglas (Palhaço Klaus) // Iluminação: Renato Jr. // Sonoplastia: Marcio Douglas e Jessica Zelma // Cenografia e Figurino: Marcio Douglas // Operador de Luz: Renato Jr. // Operador de som: Adriano Laureano // Fotos: Gabriel Rachid; Rogener Pavinski; Cleriston Augusto; Brenda Marques e Arnaldo Sete

​: La Cascata Cia Cômica

MÚSICA

21h – Guilé [Três Lagoas/MS]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

Classificação: Livre

Sinopse: Guilé é cantautor. Faz música pra viver, espantar o mal, renascer. Sua música está em constante transformação, como num moinho d’água que apenas vê sua razão de existir no movimento. A força gerada a partir disso são músicas atentas aos territórios já pisados, aos encontros vividos, aos sinais do nosso tempo. Guilé experimenta encontrar lugares de expressão, com elementos da música contemporânea, o resultado é música popular, brasileira.

22h – Lucy Alves [Brasil]

Local: Palco Integração – Praça Generoso Ponce

OFICINAS DE ARTE E CULTURA

ARTESANATO

Oficina de Fibra Vegetal Aguapé [Corumbá/MS]

As oficinas de artesanato ministradas durante o Fasp 2019 serão de Fibras vegetais típicas da região do pantanal. Os ministrantes também são mestres tradicionais do município de Corumbá e reconhecidos pelo domínio de sua técnica artesanal. Ambos irão trabalhar com as técnicas de trançado e trama, mostrando como aproveitar materiais simples no desenvolvimento de peças de referência cultural, utilizando 100% de matéria-prima natural, buscando agregar os conhecimentos de domínio do grupo. As peças utilizarão as referências regionais e culturais com originalidade e criatividade. Produtos a serem criados: cestos, tapetes e sousplat.

Ministrante: Catarina Ramos da Silva – Mestre Artesã Indígena da Etnia Guató

Técnica: trançado

Data: 11 a 15 de novembro

Horário e vagas: das 7h às 11h – 8 vagas e das 13h às 17h – 8 vagas

Carga horária: 20h

Local: Fundação de Cultura de Ladário. Av. 14 de Março, 363 – Centro

Inscrições e informações: (67) 3226-5173

ARTESANATO

Oficina de Fibra Vegetal Salsaparrilha [Corumbá/MS]

As oficinas de artesanato ministradas durante o Fasp 2019 serão de Fibras vegetais típicas da região do pantanal. Os ministrantes também são mestres tradicionais do município de Corumbá e reconhecidos pelo domínio de sua técnica artesanal. Ambos irão trabalhar com as técnicas de trançado e trama, mostrando como aproveitar materiais simples no desenvolvimento de peças de referência cultural, utilizando 100% de matéria-prima natural, buscando agregar os conhecimentos de domínio do grupo. As peças utilizarão as referências regionais e culturais com originalidade e criatividade. Produtos a serem criados: cestos, tapetes e sousplat.

Ministrante: Argelino Ferreira Nazário – Mestre Artesão

Técnica: trama

Data: 11 a 15 de novembro

Horário e vagas: das 7h às 11h – 10 vagas e das 13h às 17h – 10 vagas

Carga horária: 20h

Local: Casa do Artesão de Corumbá. Rua Dom Aquino, 405 – Centro

Inscrições e informações: (67) 3231-2715/ (67) 99916-1388

AUDIOVISUAL

Oficina de Videoclipe [Belo Horizonte/MG)

Ministrada pelos cineastas e produtores de audiovisual Marcelo Lin e Robert Michael, a Oficina de Videoclipe surgiu durante a realização das ações do Circuito Cinematográfico de Periferia de Belo Horizonte iniciativa coordenada pela ONG Contato. O objetivo desta Oficina é apresentar conceitos básicos de produção audiovisual perpassando pela construção de roteiro, planejamento de filmagens, narrativa fílmica e edição de imagens e com para composição de um filme voltado ao mercado da música de periferia e expressões culturais regionais. A proposta é levar aos alunos a experiência de realização de um videoclipe analisando as possibilidades narrativas pela imagem em diálogo com a música e contexto de sua mensagem.

Ministrantes: Marcelo Lin e Robert Michael, Cineastas e Produtores Audiovisuais

Data: 11 a 17 de novembro

Horário e vagas: 8h às 18h – 25 vagas

Carga horária: 60h

Local: Instituto Moinho Cultural. Rua Comendador Domingos Sahib, 300 - Porto Geral

Inscrições e informações: audiovisual.fcms@gmail.com e (67) 99253-5955

AUDIOVISUAL

Oficina de Fotografia de Paisagem [Campo Grande/MS]

Parte do Projeto Expedições da Memória – Um Olhar sobre a Paisagem, a oficina tem como objetivo contribuir com o enriquecimento da utilização de câmeras de dispositivos móveis: celulares, tabletes e outros. Será desenvolvido um conteúdo voltado a iniciantes em fotografia que receberão informações sobre enquadramento, regra dos terços, balanço de branco, compensação de exposição e uma breve atividade voltada à edição. O resultado da oficina será fotografias que buscam valorizar a memória coletiva da cidade.

Ministrantes: Alexandre Sogabe – Arte Educador do Arquivo Público Estadual/FCMS

Data: 13 e 14 de novembro

Horários e vagas: 8h às 11h e das 14h as 17h – 30 vagas. Vagas: 30 alunos. Vagas destinadas aos alunos das escolas

Carga horária: 12h

Local: Escola Estadual Júlia Gonçalves Passarinho. Rua Dom Aquino, 406 – Centro

CINEMA

Oficina de Cinema [Campo Grande/MS]

Contar histórias e transformar memórias em imagem e som em uma oficina teórica e prática onde o resultado se projeta em curtas metragens, produzidos e dirigidos pelos alunos.

Ministrantes: Marinete Pinheiro, Cineasta; e Leandro Benites, Fotografo e Produtor Audiovisual

Data: 11 a 17 de novembro

Horário e vagas: 8h às 17h – 25 vagas

Carga horária: 40h

Local: Escola Estadual 2 de Setembro. Avenida 14 de Março, 598 – Centro – Ladário/MS

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

CINEMA

Brincando com os Primórdios do Cinema – Brinquedos Ópticos [Campo Grande/MS]

O lúdico é de vital importância para o saudável desenvolvimento da criança, pois é a ligação do imaginário com a realidade. Partindo desse contexto, os brinquedos ópticos tornaram-se uma atividade educativa, que além de instigar a imaginação e a criatividade, as crianças podem desfrutar de uma aprendizagem diferenciada, junto ao processo da animação de imagens, da ilusão de ótica, da linguagem audiovisual e momentos de lazer.

Ministrantes: Ivone Maria da Silva e Inês TamikoHiga, Arte Educadoras do Museu de Imagem e Som de MS

Carga horária: 3h

Vagas: 30 alunos cada oficina. Vagas destinadas aos alunos das escolas

- Dia 11 de novembro das 8h às 11h

Local: Escola Estadual Dom Bosco. Rua Dom Aquino Corrêa – Dom Bosco

- Dia 11 de novembro das 14h às 17 h

Local: Escola Estadual Dom Bosco. Rua Dom Aquino Corrêa – Dom Bosco

- Dia 12 de novembro das 8h às 11h

Local: Escola Estadual Maria Helena Albaneze. Rua São Paulo, 90 – Popular Nova

- Dia 12 de novembro das 14h às 17 h

Local: Escola Estadual Maria Helena Albaneze. Rua São Paulo, 90 – Popular Nova

- Dia 13 de novembro das 8h às 11h

Local: Escola Estadual Nathércia Pompeo dos Santos. Rua Ceará, 2.867 – Nova Corumbá

- Dia 13 de novembro das 14h às 17 h

Local: Escola Estadual Nathércia Pompeo dos Santos. Rua Ceará, 2.867 – Nova Corumbá

- Dia 14 de novembro das 8h às 11h

Local: Escola Estadual Octacílio Faustino da Silva. Rua Major Gama, 307 - Centro

- Dia 14 de novembro das 14h às 17 h

Local: Escola Estadual Octacílio Faustino da Silva. Rua Major Gama, 307 - Centro

DANÇA

Oficina de Passinho

Levar ao público em geral as bases que embalam esse movimento de dança, genuinamente carioca, apresentando os termos (Sabará, Cruzada e Embolada) e técnicas desenvolvidas até os dias atuais. Conteúdo Programático: 1) Introdução aos termos e técnicas, 2) Prática: Criação de uma coreografia e 3) Apresentação do resultado durante o Festival.

Ministrantes: Luiz Giordane dos Santos e Diego Ronald Silva dos Santos

Data: 11 a 17 de novembro

Horário e vagas: 11 a 13/11 das 18h às 21h e de 14 a 17h das 13h às 16h – 30 vagas

Carga horária: 20h

Local: Espaço Oficina de Dança de Corumbá. Rua Antônio João N°90 – Centro

Inscrições e informações: audiovisual.fcms@gmail.com e (67) 99253-5955

LITERATURA

Oficina de narrativas fantásticas [Campo Grande/MS]

A oficina propõe-se a apresentar técnicas de produção de narrativas fantásticas a partir de uma seleção diversa de textos para leitura. Serão praticados aspectos sobre conflito, criação de mundo, diálogos, ambientação, entre outros.

Ministrante: Adrianna Alberti, Professora Mestra

Carga horária: 3h

Vagas: 30 alunos cada oficina. Vagas destinadas aos alunos das escolas

- Dia 12 de novembro das 8h às 11h

Local: Escola Estadual Maria Leite. Rua Porto Carrero, 94 - Centro

- Dia 12 de novembro das 14h às 17 h

Local: Escola Estadual Maria Leite. Rua Porto Carrero, 94 - Centro

- Dia 13 de novembro das 8h às 11h

Local: Escola Estadual Dr. João Leite de Barros. Rua Cabral, 761 - Centro

- Dia 13 de novembro das 14h às 17 h

Local: Escola Estadual Dr. João Leite de Barros. Rua Cabral, 761 - Centro

- Dia 14 de novembro das 08h às 11 h

Local: Escola Estadual Carlos de Castro Brasil. Avenida Rio Branco, 976 - Universitário

MOSTRA RUA

Oficina “Quem tá na rua sabe – protagonistas do cotidiano” [Rio de Janeiro/RJ]

Mostra de narrativas artísticas e literárias de Carolina de Jesus aos Racionais. Da poesia à crônica do dia a dia. Produção em duas etapas: 1 – Textos escolhidos manufaturados; 2 – poesiajunta (vídeo documentário de poesias e declamações de slam)

Ministrantes: Wagner Assen, Professor de Literatura, Filosofia e Sociologia

Data: 15 e 16 de novembro, com apresentação do resultado na Batalha do Porto dia 17 de novembro

Horário e vagas: 9h às 12h e das 14h às 17h – 30 vagas

Carga horária: 12h

Local: Instituto Moinho Cultural. Rua Domingos Sahib, 300 – Porto Geral

Inscrições e informações: audiovisual.fcms@gmail.com e (67) 99253-5955

PATRIMÔNIO

Oficina de Viola de Cocho/Cururu [Corumbá/MS]

O modo de fazer a Viola de Cocho é reconhecido como Patrimônio Cultural Brasileiro e tem seu registro associado ao complexo poético, musical e coreógrafo do Cururu e do Siriri, manifestações que envolvem movimentos, ritmos e sonoridades bastante singulares e que fazem parte do universo cultural do cururueiro. Na oficina, o aluno aprenderá o processo de produção artesanal da Viola de Cocho, um instrumento musical rústico, que possui uma sonoridade ímpar, confeccionado com matérias-primas extraídas da região pantaneira.

Ministrantes: Sebastião de Souza Brandão, Mestre Cururueiro

Data: 13 a 16 de novembro

Horário e vagas: 8h às 17h – 16 vagas

Carga horária: 32h

Local: Iphan – Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Rua Manoel Cavassa S/N/Casario do Porto

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

PATRIMÔNIO

Oficina de Confecção de Andores de São João [Corumbá/MS]

Com objetivo de mostrar aos participantes as técnicas de decoração e confecção dos tradicionais Andores de São João. A oficina irá trabalhar com a utilização de materiais simples e de reaproveitamento até a sua confecção, proporcionando a troca de saberes e preservação da cultural popular local.

Ministrantes: Sebastião de Souza Brandão, Mestre Cururueiro

Data: 14 e 15 de novembro

Horário e vagas: 8h às 11h – 16 vagas

Carga horária: 32h

Local: A DEFINIR

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

PATRIMÔNIO

Oficina África: o tambor que canta dentro de nós

A oficina tratará sobretudo de interação e composição musical. Com o intuito de instigar a musicalidade primitiva por meio de ritmos culturais, como samba, marcha, baião e tantas composições de carnaval e cortejos populares: a Folia de Reis e as festas de São João praticadas em várias regiões do país.

Ministrantes: Luiz Carlos Santana, Músico

Data: 14 e 16 de novembro

Horário e vagas: 8h às 17h – 25 vagas

Carga horária: 27h

Local: Terreiro Pai Hamilton. Rua Poconé nº 362 esq. com Afonso Pena, Bairro Universitário

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

PATRIMÔNIO

Oficina de observação de aves [Campo Grande/MS]

O Pantanal abriga uma parcela significativa da diversidade de aves do país, representada por aproximadamente 600 espécies, graças à diversidade de ambientes naturais úmidos e terrestres. É um excelente e consolidado destino de observação de aves/Birdwatching no Brasil. Turistas observadores de aves e de vida silvestre viajam o mundo em busca de experiências com a natureza que inclui o avistamento de aves raras, ameaçadas, exclusivas de uma região abundante de valor especial, como é hoje a arara-azul no Pantanal. A oficina tem o propósito de apresentar e exercitar técnicas de observação e identificação de aves no Pantanal e desfrutar, junto com os participantes, o contato com a natureza a partir dessa prática conservacionista e de valor cultural. É um convite à valorização da diversidade natural e cultural de uma das regiões naturais mais belas e encantadoras do mundo.

Ministrantes: Simone Mamede e Maristela Benites, Biólogas

Data: 15 e 16 de novembro

Horário e vagas: 8h às 18h – 15 vagas

Carga horária: 20h

Local: Hotel Santa Mônica. Rua Antônio Maria Coelho, 345 – Centro

Inscrições e informações: arteeducacao@gmail.com ou (67) 3316-9155

TEATRO E CIRCO

Whorkshop de Teatro com Salim Haqzan

Workshop de Circo com Maurinho Pmota

Serão 16 workshops oferecidos pelos professores Salim Haqzan (teatro) e Maurinho PMota (circo) em 8 escolas públicas de Corumbá. Uma pequena amostra do teatro e circo recheada de jogos teatrais e circenses, improvisações e experimentações de cenas e práticas de teatro e circo com o objetivo de possibilitar um olhar mais próximo do fazer artístico e inserir os participantes nas atividades do XV Festival América do Sul Pantanal.

Inscrições restritas aos alunos das escolas.

Carga Horária: 2 h cada workshop

Vagas: 30 participantes. Vagas destinadas aos alunos das escolas

CRONOGRAMA – TEATRO

11/11

8h às 10h: Escola Estadual Júlia Gonçalves Passarinho. Rua Dom Aquino Correia, 406 – Centro

13h às 15h: Escola Municipal José de Souza Damy. Rua Quinze de Novembro, 2172 - Cristo Redentor

19h às 21h: Escola Estadual Nathercia Pompeo dos Santos. Rua Ceará, 2867 - Nova Corumbá

12/11

8h às 10h: Escola Municipal Cyríaco Félix de Toledo. Rua Major Gama, 281 - Dom Bosco

13h às 15h: Escola Municipal de Educação Integral Tilma Fernandes Veiga. Avenida Brandão Junior, 280 - Cervejaria

13/11

8h às 10h: Escola Municipal de Educação Integral Luiz Feitosa Rodrigues. Rua General Rondon, 266 – Centro

19h às 21h: Escola Estadual Dr João Leite de Barros. Rua Cabral, 761 – Centro

14/ 11

13h às 15h: IFMS – Instituto Federal de Mato Grosso do Sul. Rua Pedro de Medeiros, s/n - Popular Velha

CRONOGRAMA - CIRCO

11/11

8h às 10h: Escola Municipal José de Souza Damy. Rua Quinze de Novembro, 2172 - Cristo Redentor

13h às 15h: Escola Estadual Júlia Gonçalves Passarinho. Rua Dom Aquino Correia, 406 – Centro

12/11

8h às 10h: Escola Municipal de Educação Integral Tilma Fernandes Veiga. Avenida Brandão Junior, 280 - Cervejaria

13h às 15h: Escola Municipal Cyríaco Félix de Toledo. Rua Major Gama, 281 - Dom Bosco

13/11

5. 8h às 10h: Escola Municipal Luiz Feitosa Rodrigues. Rua General Rondon, 266 – Centro

6. 13h às 15h: Escola Estadual João Leite de Barros. Rua Cabral, 761 – Centro

14/11

8h às 10h: IFMS - Instituto Federal do Mato Grosso do Sul. Rua Pedro de Medeiros, s/n - Popular Velha

13h às 15h: Escola Municipal Nathercia Pompeo dos Santos. Rua Ceará, 2867 - Nova Corumbá

Publicidade

vermelho