{description}

População reclama sobre falta de ginecologista na Clínica da Mulher

Secretário de Saúde disse ao Nova News que situação já está sendo resolvida

Nos últimos dias, um grupo de mulheres residentes em Nova Andradina manteve contato com a redação do Nova News para denunciar a falta de médico ginecologista na Clínica da Mulher. Segundo as moradoras, há algum tempo a unidade de saúde está desprovida do profissional, sendo que, em virtude do problema, as pacientes são obrigadas se consultarem com clínico geral nas Estratégias de Saúde da Família (ESF).

Outra reclamação das leitoras do site seria com relação à suposta falta de médicos do Centro de Especialidades Médicas (CEM). “Procurei ginecologista na Clínica da Mulher, mas lá não tem. Aí fui no CEM e marquei consulta para passar com clínico geral. No dia agendado, me disseram que a médica não foi porque havia passado mal, então uma nova dada foi definida. Na nova data fui lá novamente e mais uma vez me disseram que a médica havia faltado. Assim fica difícil”, reclamou um a moradora.

Na manhã desta quarta-feira (05), o Nova News foi até a Clínica da Mulher e obteve a confirmação de que, de fato, a unidade está sem ginecologista. Já no CEM, o site apurou que os médicos estão atendendo, porém, a demanda é grande e quando algum profissional precisa faltar por motivos de saúde ou outro motivo de força maior alguns atendimentos acabam mesmo sendo remarcados.

Em contato com o secretário de Saúde, Arion Aislan, ele disse que realmente há a falta de ginecologista para a Clínica da Mulher, mas que o problema já está sendo resolvido. “Acabamos de assinar contrato com um profissional que deve começar a atender nos próximos dias. Este ginecologista vai atender um número determinado de consultas por dia, dando prioridade para as gestantes de alto risco”, explicou.

Arion disse que, desta forma, será possível remediar a situação. “Os atendimentos deverão ser normalizados mesmo em fevereiro de 2019, quando uma médica ginecologista concursada deve assumir os trabalhos na Clínica da Mulher”, disse.

Sobre o quadro geral de profissionais, o secretário garantiu que há seis médicos aprovados em concurso que já foram convocados e que devem assumir suas vagas nos próximos dias. Estes profissionais atenderão tanto no CEM quanto em outras unidades de saúde do município, conforme a demanda, oferecendo, desta forma, mais agilidade no atendimento da população.