{description}

Em artigo, Fernando Henrique Cardoso reafirma apoio a Alckmin

Ex-presidente escreveu que “no momento oportuno” as pesquisas irão registrar a ascensão do tucano

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reafirmou o apoio à candidatura do governador paulista Geraldo Alckmin à Presidência da República em artigo publicado neste domingo (4/3) nos jornais O Estado de S. Paulo e O Globo. O ex-presidente escreveu ainda que “no momento oportuno” as pesquisas irão registrar a ascensão de Alckmin.

Ele disse que o Brasil precisa de alguém que una as forças democráticas e que, “respeitando o funcionamento dos mercados e da economia, não só cuide de manter em ordem o Orçamento, mas olhe para as carências do povo e seja honesto”. E garantiu que o PSDB, no comando de São Paulo há 20 anos, não se desviou desses preceitos.

FHC abordou a questão das “fake news”, boatos e intrigas e defendeu que seria mais honesto que aqueles que os colocam em circulação assumissem o lado em que estão no jogo do poder sem desacreditar o outro lado com informações falsas ou meias verdades. Afirmou ainda que a imprensa deve se precaver para não ser instrumento de quem está interessado na disseminação de rumores e não da informação correta.

FHC escreveu que está se criando no Brasil uma cultura da intolerância e saudou o surgimento de novas lideranças, lembrando que viu “com bons olhos” a formação da Rede, do Novo e procura incentivar a entrada de jovens da vida pública. Apoiou o Vem pra Rua, saudou o RenovaBR e o Agora.

Ele disse que não deixa de se relacionar com adversários políticos, como Fernando Haddad, do PT, e perguntou: por que não haveria de saudar a predisposição de Luciano Huck em participar da política? Ressaltou ainda que foi cobrado dele “o desnecessário”, a fidelidade partidária, salientando que ela não o desobriga de tomar em consideração que o País precisa de renovação.