{description}

“Certeza absoluta, só Deus”, diz secretário sobre pagamento da folha de fim de ano

Prefeito garantiu que compromisso com os funcionários será honrado

O pagamento do 13º salário dos servidores de Campo Grande ainda não está 100% provisionado. Na manhã desta quinta-feira (8), o secretário de Finanças, Pedro Pedrossian Neto, disse que ainda faltam R$ 3 milhões para garantir o total de R$ 80 milhões necessários.

“A gente tem bastante segurança que tudo vai correr bem, agora certeza absoluta só Deus. A folha do 13º gira mais ou menos nos R$ 80 milhões. Tem R$ 77 milhões”, disse Pedrossian.

Já o prefeito Marcos Trad, disse, também em agenda na manhã de hoje, que ainda faltam de 10% a 15% do valor total para o pagamento. Ele garantiu que a administração municipal está trabalhando para que o pagamento ocorra em dia, em 20 de dezembro.

“A gente tem uma boa soma guardada, ainda faltam alguns dígitos, mas com certeza absoluta Campo Grande vai honrar com seus funcionários. Eu diria que hoje deva estar faltando ainda em torno de uns 10% a 15% apenas para a gente completar certinho a soma total”, detalhou Trad.

Todas essas declarações surgem um dia após o próprio prefeito afirmar que tinha pouco mais de R$ 50 milhões para o 13º salário, citando inclusive outro valor total para essa folha extra de pagamento dos servidores.

“Eu tenho um pouquinho do 13º. Tenho em torno de R$ 50 e pouco milhões que eu tenho tirado um pouquinho de cada mês para guardar. Para completar gira em torno de R$ 90 milhões a R$ 110 milhões. E também para dia 5 de janeiro já estar com o pagamento deles. Essa é minha expectativa”, disse o prefeito nesta quarta-feira.

 

Com informações Correio do Estado